CICLISMO

José Dias e Raquel Queirós dominam em Guimarães

José Dias (DMT Racing Team) e Raquel Queirós (Guilhabreu BTT) foram os grandes vencedores da segunda prova da Taça de Portugal de Cross Country Olímpico (XCO), que se realizou no Centro de Ciclismo do Minho, em Souto Santa Maria, Guimarães, e marcou o regresso das provas de Ciclismo ao Minho.

Depois de ter recebido o ano passado o Campeonato Nacional de BTT XCO, o Centro de Ciclismo do Minho recebeu hoje a segunda prova da Taça de Portugal, uma prova marcada pela pandemia, o que exigiu apertadas medidas de segurança e sem público a assistir, mas contou com a presença dos mais cotados ciclistas de BTT.

José Dias, ciclista de Barcelos que alinha da DMT Racing Team, foi o grande protagonista da tarde ao impor-se de forma clara na vertente que o viu nascer para o ciclismo, mas que há alguns deixou de ser a sua prioridade. Mesmo assim, José Dias assumiu desde o início a dianteira da corrida, sendo então acompanhado por Roberto Ferreira, do Guilhabreu BTT. Na última volta o ciclista barcelense conseguiu adiantar-se e cortou a meta isolado José, fazendo o tempo de 01h27m14s. Roberto Ferreira terminou na segunda posição, gastando mais quatro segundos. Ricardo Marinheiro, que corre como individual, foi terceiro.

Dos restantes ciclistas minhotos de realçar o 14.º lugar de Carlos Cruz (SAERTEX Portugal – Edaetech).

RAQUEL QUEIRÓS VENCE, JOANA MONTEIRO EM SEGUNDO

Raquel Queirós (Guilhabreu BTT) foi a grande vencedora em Elites Femininos. A ciclista de Vila do Conde, que considerou que a prova não lhe correu bem, assumiu a liderança na primeira volta e foi aumentando a vantagem até à meta final. Raquel gastou menos quase quatro minutos do que a famalicense Joana Monteiro (AXPO / FirstBike Team / Vila do Conde). Maaris Meier, do Miranda Factory Team, terminou em terceiro.

De resto, Raquel Queirós venceu ainda a categoria de Sub-23, deixando na segunda posição a vimaranense Marta Branco (Maiatos), enquanto Ana Fernandes (BTTTeam SUColarense/CSTreino/Delta Q) foi terceira.

Em masculinos Bruno Silva (Clube BTT Matosinhos) foi o mais rápido, deixando na segunda posição Filipe Francisco (BTT Loulé/Elevis), enquanto João Jesus (Rodabike/ACRG/Gondomar foi terceiro).

JOSÉ DIAS: “A PROVA CORREU MUITO BEM”

José Dias, ciclista de Fragoso, Barcelos, que alinha na DMT Racing Team, fez um balanço na prova de Guimarães.

“A prova acabou por correr muito bem. Parti para esta prova sem saber como estavam os adversários e, portanto, sem saber com o que contar” começou por referir aquele ciclista, que adiantou que “com o desenrolar da prova fui me apercebendo que podia fazer um bom resultado. Apostei e ganhei. É muito gratificante conseguir um resultado destes nesta altura em que as provas escasseiam e ainda por cima numa vertente que não é prioritária. É uma vitória muito importante”.

RAQUEL QUEIRÓS “NÃO FOI O MEU MELHOR DIA”

Raquel Queirós (Guilhabreu BTT) referiu que “não foi o meu melhor dia. Tive uns percalços antes da corrida que não me permitiram fazer um bom aquecimento. Senti isso no arranque da prova, mas com muito esforço e foco consegui chegar à vitória”.

“Nas próximas competições espero estar e fazer melhor. Vem aí o Campeonato Nacional em que espero estar bem para poder discutir o título. Quanto ao resto, espero fazer umas Taças do Mundo e participar no Campeonato do Mundo, espero ser convocada, sei que posso fazer uma boa corrida e obter uma boa classificação”.

JOANA MONTEIRO: “A CORRIDA CORREU MUITO BEM”

Joana Monteiro, ciclista de Famalicão que alinha na AXPO, mostrou-se satisfeita com o seu desempenho na corrida.

“A corrida correu muito bem, consegui fazer segundo lugar. Já sabemos que a Raquel é mais forte, mas estou sempre atenta porque numa prova destes tudo pode acontecer e eu tenho de estar prevenida. Na segunda parte da corrida senti uma quebra, também porque está muito calor, mas tentão tentei aguentar o máximo possível e segurar o segundo lugar. Fiquei satisfeita com esta corrida, fiz melhor que o ano passado”.

Quanto ao futuro, Joana Monteiro referiu que “agora é preparar as próximas competições, pensar já Campeonato Nacional de BTT XCO. Vou lutar para conquistar a melhor posição possível. A camisola é o objetivo”.

Joana Monteiro lembra que “nem sempre foi fácil fazer a melhor preparação. No princípio foi complicado porque não sabíamos quando tínhamos provas, não tínhamos um objetivo. Aproveitei para fazer algumas coisas que numa época normal não posso fazer, para estar com os amigos, que não é muito habitual durante o verão, mas consegui conciliar tudo é bem. Agora vou continuar o trabalho para as provas que vem aí”.

MARTA BRANCO: “FOI UMA PROVA MUITO DURA”

Marta Branco, ciclista de Guimarães que alinha no Maiatos, considerou que a prova “foi muito dura. Dei o meu máximo. Sabia eu o percurso ia ser difícil e o calor não ajudou. Esperava chegar ao pódio em Elites, terminei na quarta posição. De qualquer das formas a evolução está lá e para a próxima espero fazer melhor. Amanhã vou a Rampa, com o objetivo de dar o melhor e, claro, chegar ao pódio. Depois tenho o Campeonato Nacional de BTT XCO, onde vou dar o meu máximo e tentar manter à camisola de Sub-23”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS