VOLEIBOL

Adriano Paço “garantir a manutenção na primeira fase do campeonato”

O Vitória SC regressou esta semana aos trabalhos tendo em vista a época 2020/21. O primeiro grande objetivo é garantir a manutenção logo na primeira fase do Campeonato Nacional da I Divisão de Seniores Masculino de Voleibol, que arranca a 26 de setembro frente ao Benfica.

Para a nova época, o Vitória SC conta com uma equipa totalmente remodelada, bastante jovem, mas muito ambiciosa, como garantiu o técnico Adriano Paço.

Sobre os objetivos para a nova época, o treinador do Vitória SC começou por afirmar que “o nosso grande objetivo é garantir a manutenção logo na primeira fase do campeonato. Este ano o campeonato realiza-se em moldes diferentes do que estávamos habituados. Desde logo conta com 15 equipas que se vão defrontar todas contra todas numa só volta. Os oito primeiros seguem para a segunda fase e ficam com a manutenção garantida. Nós queremos ficar nesse grupo. Depois da manutenção assegurada revemos as nossas metas”.

“TEMOS UMA EQUIPA MUITO JOVEM”

Adriano Paço considera que “a tarefa não vai ser fácil. Nós temos uma equipa muito jovem e completamente renovada. No ano passado tínhamos oito estrangeiros, sete saíram, ficou o libero. Vão entrar, se tudo correr bem, mais três estrangeiros, mas são atletas muito jovens, um ainda é Sub-21 e os outros têm 22/23 anos. O plantel vai ser composto, maioritariamente, por atletas que vieram dos Sub-21 do Vitória SC. Foi um grupo que fez um excelente campeonato, terminou em primeiro. Infelizmente também não conseguiu terminar a época. São atletas com muita qualidade, alguns já trabalharam connosco o ano passado e só não jogavam porque tínhamos os estrangeiros e, portanto, jogavam mais na equipa de Sub-21”.

Agora “é pegar nessa equipa com grande valor, aliar mais três ou quatro estrangeiros para lhe dar mais alguma qualidade e potencializar o grupo. Vamos ter uma equipa muito jovem, que precisa de jogar para ganhar experiência, mas estou convencido que estes jovens vão conseguir bons resultados”.

“TEMOS VALORES PARA ATINGIR O NOSSO OBJETIVO”

Adriano Paço acredita que “temos valores para atingir o nosso primeiro objetivo, que é ficar nos oito primeiros lugares na primeira fase. Claro que é um objetivo bem diferente de outros anos, em que chegamos a estar na luta pelos primeiros quatro lugares. Hoje a realidade é diferente. Temos uma equipa construída, praticamente, do zero, uma equipa muito jovem e não lhes podemos exigir muito. A verdade é que eu acredito neste grupo. Vamos ter de trabalhar muito porque há equipas muito fortes, mas acredito que vamos atingir a nossa meta”.

O técnico do Vitória SC está consciente das dificuldades que vai encontrar, até porque são muitas as equipas com grande potencial: “partimos um pouco atrás, porque a equipa é muito jovem, mas tem muita qualidade e com trabalho poderemos chegar lá. Sei que vamos ter uns meses decisivos, em novembro termina esta primeira fase. Pelo meio teremos seis jornadas duplas e o espaço para recuperar é muito curto, por isso, temos de preparar a equipa rapidamente. Para que os jogadores ganhem entrosamento entre eles e nós possamos ter uma equipa forte”.

GRUPO AINDA NÃO ESTÁ COMPLETO

O Vitória SC regressou já aos treinos de preparação, mais ainda sem contar com a totalidade da equipa. Os três jogadores brasileiros devem juntar-se ao grupo ainda esta semana e dois outros atletas integram os trabalhos na segunda-feira.

De resto, esta semana os treinos são dedicados à recuperação da condição física, até porque “não vou criar desigualdades no grupo, não seria benéfico. Assim, nós vamos trabalhar no sentido de recuperar a condição física dos atletas, os que não estão presentes também receberam o plano de trabalhos para não se atrasarem e penso dar início aos trabalhos de preparação já na próxima semana”.

De resto, Adriano Paço espera encontrar os atletas em boas condições físicas, pois “enviamos os planos de trabalho para os atletas fazerem mesmo no confinamento. Desde março que estiveram sempre a treinar, claro que não foi o trabalho desejado, nem andamos a controlar como trabalhavam. Esta semana vamos fazer uma avaliação física para saber o que temos de trabalhar. De resto, esta não é uma situação exclusiva do Vitória SC, todas as equipas estão em pé de igualdade”.

RECEIO DE UMA NOVA PARAGEM

Parte com algum receio para a nova temporada? “O meu maior receio é que surja uma nova vaga e tudo tenha de parar novamente. Já estamos parados desde março e não é fácil. Nós temos tomado todas as medidas, criamos todas as condições para minimizar os riscos de contágio, mas claro temos receios. Receamos que alguém traga o vírus para o grupo e isso nos impeça de trabalhar, que os contágios suspendam a competição”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS