BASQUETEBOL

Jair Levy assume Sub-19 Femininas do SC Braga Basquetebol

Jair Levy vai orientar as Sub-19 femininas do SC Braga Basquetebol, equipa que se sagrou Campeã Distrital da Associação de Basquetebol de Braga da época finda e que disputava o Campeonato Nacional quando as competições foram interrompidas devido à pandemia do Covid-19.

Jair Levy, que na época finda esteve à frente da equipa de Sub-18 masculinos, que também chegou à ‘Final Four’ do Campeonato Distrital da ABB, mostra-se satisfeito por assumir a equipa feminina das Sub-19 e, ao mesmo tempo, poder dar o seu contributo em várias outras equipas, como as Seniores e os Minis….

“Estou de regresso ao escalão de Sub-19 femininas e vou manter-me ligado à equipa Sénior feminina. Não faço muito distinção em trabalhar com o feminino ou masculino”, começou por referir Jair Levy, que adiantou que “como tenho tido mais experiência com as equipas femininas perguntaram-me se podia treinar as Sub-19, e como me encaixo naquilo que é pretendido, no projeto delineado, aceitei. Vai ser um regresso”.

“VAMOS TENTAR FAZER UMA BOA ÉPOCA”

Quanto aos objetivos, Jair Levy não tem dúvidas “vamos tentar fazer uma boa época. Repetir o que se conseguiu fazer no ano passado a nível distrital”.

O SC Braga é candidato ao título?  “Não vai ser muito fácil. Seria mais fácil se tivéssemos dado continuidade ao trabalho. Mas vamos tentar dar continuidade ao que estava a ser feito no escalão. Vamos ajudar as meninas da formação de forma a que possamos lutar pelo título distrital. A própria equipa vai sofrer alterações e o importante é dar às meninas que sobem o hábito de estar nas fases finais”.

Para Jair Levy também é importante “estar nas provas nacionais, não só para aumentar o nosso historial, mas para dar às meninas a possibilidade de evoluírem mais e melhor. É nos nacionais, Campeonato ou Taça, que encontramos equipas mais fortes, com outro nível o que nos obriga a fazer mais e a dar o melhor de nós”.

RITA E BEATRIZ FICAM NAS SENIORES

Jair Levy sabe que não pode contar com a totalidade da equipa que e sagrou Campeã Distrital… “vamos perder alguns valores. A Rita Dantas, que foi a MVP, vai estar só nas Seniores. A Beatriz também. São duas atletas que fazem a diferença, mas que sobem ao escalão Sénior. A equipa de Sub-19 vai sofrer uma renovação, que é normal e que tem de ser feita. Vão entrar algumas meninas, algumas, se calhar, já ajudavam nas Sub-19 na época passada. Vamos ver como corre, quem fica e quem pode subir às Sub-19”.

“Estou com esperança que vai ser um ano agradável. Temos margem para fazer coisas interessantes”, disse ainda aquele técnico.

PARAGEM VAI DEIXAR MARCAS

Jair Levy sabe, no entanto, que tão longa paragem, devido à situação pandémica, vai deixar marcas nas atletas e nas equipas… “Com certeza, que esta paragem, que já vai longa, vai deixar marcas nas atletas. Estamos conscientes disso, mas sabemos que vai afetar todos os clubes. Aqui a diferença vai notar-se mais entre os rapazes e as raparigas, porque o feedback que recebemos dos planos que passamos neste período foi maior no masculino”.

“No planeamento que traçamos no início esperaríamos encontrar agora as atletas com um nível e uma qualidade mais elevada. Hoje já não estamos a contar com isso. A evolução parou quando foram suspensos todos os treinos e competições. E nós vamos ter que despender tempo para, em primeiro, perceber em que patamar elas estão e depois tentar recuperar o que foi perdido durante este tempo”, referiu Jair Levy, que adiantou que “pretendemos regressar aos treinos o mais cedo possível. Claro que numa primeira fase terá que ser a equipa Sénior a retomar os treinos, até porque vai participar na Poule de Subida, mas logo que seja possível queremos que todas possam regressar aos trabalhos”.

JAIR LEVY APOIA AS SENIORES E OS MINIS

Jair Levy não está fixo numa só equipa. Orienta as Sub-19 femininas, mas está ainda ligado à equipa Sénior e aos minis…

“Eu acabo por dar uma mão em vários grupos. Este ano estou como adjunto nas Seniores, num trabalho em conjunto com o Luís Pinto. Isto acaba por ser normal porque as equipas partilham os espaços de treinos, os horários são parecidos e há uma ligação entre todos os escalões porque o objetivo é formar para que mais tarde as meninas integrem a equipa Sénior”, disse Jair Levy, que adiantou: “também vou ajudar nos minis…aos meninas e meninos que estão a começar a jogar basquetebol. Gosto de dar uma mão sempre que é possível, estar ligado a todas as equipas e estar atento aos atletas”.

De resto, Jair Levy vai para o seu terceiro ano ao serviço do SC Braga e garante que “são poucos os atletas que não conheço porque sempre que posso dou uma mão em qualquer equipa, de qualquer escalão. Esta também é uma boa forma de prepara as equipas Seniores porque temos uma ideia do que está formação. E o SC Braga é um clube que pretende alimentar as equipas Seniores com a formação. Essa é a nossa principal aposta. Queremos formar cada vez mais e melhores atletas, passar os valores essenciais para que no futuro elas possam chegar à equipa principal e estar preparadas”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS