HÓQUEI EM PATINSSem categoria

Desportivo de Monção com projeto inovador na Patinagem

O Desportivo de Monção é um dos mais recentes clubes de Patinagem da Associação de Patinagem do Minho. Apostada em três vertentes – Patinagem Artística, Patinagem de Velocidade e Hóquei em patins – a formação de Monção conta já com mais de uma centena de atletas e tem o sonho de conquistar um lugar no seio da modalidade.

A secção de Patinagem do Desportivo de Monção deu início à atividade em 2016, um projeto fundado e desenvolvido por Rui Valinho, professor de Educação Física e treinador de Hóquei em Patins, e sua filha, Ana Patrícia Valinho, Mestre em Psicologia do Desporto, e treinadora de Patinagem Artística.

PROJETO VIÁVEL

“Considerando a ausência da modalidade nesta região do Alto Minho e depois de termos aferido junto da comunidade o interesse pela prática da patinagem, chegamos à conclusão de que seria viável avançar com este projeto” começou por referir Rui Valinho, que adiantou que “neste sentido, apresentamos a proposta ao Desportivo de Monção e a direção mostrou-se recetiva, uma vez que é um clube cujos estatutos permitem outras modalidades para além do futebol”.

Rui e Ana Patrícia Valinho propuseram ao clube a implementação da patinagem, através de três modalidades: Patinagem Artística, Hóquei em Patins e Patinagem de Velocidade. Esta última modalidade em grande expansão a nível nacional e internacional, ainda não tinha qualquer clube a praticá-la na região do Minho, pelo que constitui uma inovação.

“DESPORTIVO DE MONÇÃO FICOU MAIS VALORIZADO”

“O Desportivo de Monção ficou assim mais valorizado com uma nova secção que aposta na formação de crianças e jovens e que representa o Desportivo com responsabilidade e seriedade”, disse Rui Valinho.

“Com o desenvolvimento deste projeto, o número de atletas a representarem o clube aumentou significativamente, sendo importante destacar a forte adesão do género feminino, que não era tradição no Desportivo de Monção”, salientou Ana Patrícia Valinho.

Atualmente os treinos da Patinagem do Desportivo de Monção decorrem no Pavilhão Municipal de Monção e no Pavilhão Desportivo de Pias, e Rui Valinho explica que “damos assim oportunidade às crianças e jovens das freguesias mais distantes da vila de Monção de praticar três modalidades da patinagem aliciantes e com grande potencial”.

A secção de Patinagem do Desportivo de Monção deu início à atividade em março de 2016 e a 21 de agosto de 2017 foi assinado publicamente o protocolo que incorpora a Secção de Patinagem nos estatutos e atividades do Desportivo de Monção. No mesmo ano, mas a 30 de novembro, o clube é oficialmente nomeado como o novo clube da Associação de Patinagem do Minho através do comunicado nº 44/2017 da Federação de Patinagem de Portugal.

CRESCIMENTO DO NÚMERO DE ATLETAS

Desde então, o Desportivo de Monção “Já participou em inúmeros eventos de patinagem, em Portugal e Espanha, como festivais, jogos e provas (promovidos pela Federação de Patinagem de Portugal), entre outros”, garante a dupla responsável pela secção de Patinagem.

Com pouco mais de quatro anos de vida, o Desportivo de Monção tem visto a crescer o número de atletas. Nesta altura: “a secção conta com mais de uma centena de atletas inscritos, distribuídos pelas três modalidades” referiu Rui Valinho, que explicou que “a captação/divulgação é feita através da realização de eventos de patinagem e partilha das atividades realizadas ao longo do ano (ex.: participação em festivais, provas, torneios, jogos)”.

SARAU DE PATINAGEM

O principal evento organizado pela secção é o Sarau de Patinagem que acontece no final do ano letivo “onde há demonstrações das três modalidades da secção, contando ainda com a participação de atletas de patinagem artística de clubes convidados de Portugal e Espanha e de atletas portugueses medalhados a nível Europeu e Mundial. Este evento contribui também para a dinamização do concelho uma vez que traz muita gente de vários pontos de Portugal e Espanha” disse Ana Patrícia Valinho.

Neste momento o clube recebe ainda “as novas inscrições surgem também pelo facto de os atuais atletas/famílias recomendarem as nossas modalidades aos seus amigos. Nós oferecemos o primeiro mês de treinos às crianças e jovens que estejam interessados em aprender a patinar e também emprestamos patins durante os treinos”.

“PROPORCIONAR UMA EXPERIÊNCIA DESPORTIVA ORIGINAL”

Interrogado sobre quais os objetivos da secção, os responsáveis da secção referiram que “um dos principais objetivos é proporcionar uma experiência desportiva original, saudável, centrada nos resultados enquanto processo, contribuindo para um positivo desenvolvimento natural de cada criança e jovem, promovendo não só um conjunto de competências técnicas e táticas, mas também de vida. Através do desenvolvimento das três modalidades de patinagem (artística, velocidade e hóquei), possibilitamos também que as crianças e jovens patinadores optem pela atividade desportiva que melhor se adequa às suas características enquanto pessoa e atleta”.

PANDEMIA SUSPENDE ATIVIDADE, MAS NÃO CONTACTO ENTRE TODOS

Com o aparecimento da pandemia do covid-19, o Desportivo de Monção viu-se obrigada a suspender todos os treinos, mas mantem o contacto com os atletas: “infelizmente o atual panorama Mundial forçou-nos a interromper a atividade em pavilhão por tempo indeterminado, mas tentamos sempre de alguma forma manter o contacto com os atletas/famílias”, por isso: “acreditamos que o regresso seja um reencontro com todos os nossos patinadores, e que será um momento para matar saudades dos amigos, treinadores, dos patins e de patinar”.

E como têm mantido o contacto com os atletas durante este período? “Mantemos o contacto através das atuais plataformas digitais disponíveis. Sugerimos atividades complementares à patinagem possíveis de se realizarem em casa e tentamos também promover o contacto entre os atletas”.

Fotos: Jorge Marçoa

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS