CICLISMO

Diogo Costa e Leonardo Mendes (Tensai) no ‘Nacional’ de Contrarrelógio

Diogo Costa e Leonardo Mendes, da Tensai/Sambiental/Santa Marta, participam este sábado no Campeonato Nacional de Contrarrelógio, que se realiza em Castelo de Vide.

“Superar os seus limites” é a meta dos dois ciclistas da equipa de Santa Marta de Portuzelo, que têm trabalhado afincadamente para se apresentarem o melhor possível em Castelo de Vide.

DIOGO COSTA “PREPARADO PARA REGRESSAR À COMPETIÇÃO”

“Estou preparado para regressar à competição. Os treinos têm sido certinhos e agora é ver o que consigo fazer” começou por afirmar Diogo Costa, que lembra que “nunca parei de treinar sempre com esperança de voltar à competição, nunca pensei que fosse tanto tempo depois… mas o importante é voltar”.

“Sinto que me preparei bem, mas como já não temos competição há muito tempo não sei como estão os adversários” disse Diogo Costa.

O ciclista de Ponte de Lima garante que “não me sinto nervoso, pois não vou com nenhum objetivo concreto, vou apenas dar o meu melhor”.

Diogo Costa parte na madrugada de sábado para Castelo de Vide: “de forma a chegar lá com tempo de me preparar e ainda fazer o reconhecimento ao percurso”.

LEONARDO MENDES: “QUERO DAR O MEU MELHOR”

Leonardo Mendes, que viaja já esta sexta-feira para Castelo de Vide, confessa-se “ansioso” por regressar à competição.

O ciclista de Viana do Castelo acredita que “estou preparado para o Contrarrelógio. A preparação correu bem” e adiantou que “eu sinto-me preparado para a prova de sábado, mas também sinto que estou longe dos melhores…”.

Por isso: “parte para esta prova sem objetivos definidos. Quero dar o meu melhor e tentar obter os melhores resultados possíveis”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS