VOLEIBOL

SC Braga empenhado em melhorar

O SC Braga não entrou bem no Campeonato Nacional de Juvenis Femininos de voleibol. A equipa treinada por Beatriz Vilaça ocupa o sexto lugar da Série A, mas acredita na recuperação e aguarda o retomar da competição para mostrar o seu potencial.

O SC Braga, Campeão Regional de Juvenis da Associação de Voleibol de Braga, teve um início de campeonato pouco auspicioso. A equipa acusou algum nervosismo e chegou à quinta jornada na sexta posição, com três pontos, estando já bastante distante dos dois primeiros lugares. Apesar dos resultados não serem, até aqui, os melhores, a treinadora do SC Braga garante que a equipa estava a fazer um bom trabalho.

 

BEATRIZ VILAÇA “ESTÁVAMOS A FAZER UM BOM TRABALHO”

 

“O Campeonato Nacional não estava a correr como tínhamos esperado, mas acho que estávamos a fazer um bom trabalho” disse Beatriz Vilaça, que explicou “está é uma equipa que não lida bem com o erro e isso começou a pesar na prestação delas”.

“No Campeonato Nacional encontramos adversários muito fortes, mas o SC Braga não fica atrás e acredito que na segunda volta poderíamos fazer muito melhor” referiu aquela treinadora, que acrescentou: “num segundo encontro as coisas podem acontecer de forma diferente. As equipas já se conhecem e, por isso, talvez conseguíssemos atacar melhor os pontos fracos do adversário”.

 

PLANOS DE TRABALHO

 

Com a suspensão dos campeonatos devido à atual situação que se vive, o SC Braga suspendeu os treinos e as atletas têm estado a trabalhar de casa “tenho enviado semanalmente planos de condição física e controlo de bola” disse Beatriz Vilaça, que adiantou que “esta não é uma situação fácil para ninguém. É complicado manter as atletas focadas e motivadas no trabalho, mas tentamos fazer o nosso melhor”.

 

PARAGEM DESFAVORÁVEL PARA A EVOLUÇÃO DAS ATLETAS

 

Esta paragem vem ainda atrasar todo o trabalho que deveria ser feito este ano, já que as atletas sobem de categoria no final da época (de Juvenis a Juniores): “esta paragem não é nada favorável para a evolução delas. Este seria o ano de preparação para o ano de competição em que elas percebem o jogo. Com esta paragem tudo fica por fazer, por aprender”.

Acha que ainda se pode recuperar essa aprendizagem e ajudar à evolução delas esta temporada? “Não se sabe quando iremos retomar os treinos e a competição. É muito difícil precisar até que ponto esta paragem vai causar danos na evolução delas ou se ainda teremos tempo de as preparar para a passagem a Juniores. Tudo depende do tempo de paragem, que já está a ser extenso”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS