VOLEIBOL

AVC Famalicão motivado para bater AJM/FC Porto

O AVC Famalicão mede forças este sábado, a partir das 18 horas, com o AJM/FC Porto, na segunda meia-final da Final Four da Taça de Portugal feminina de voleibol, que se realiza no Pavilhão Municipal de Santo Tirso.

Em Famalicão o jogo está a ser encarado com confiança. Vítor Oliveira, treinador da equipa do AVC, lembra que a tarefa não é fácil, mas o AJM/FC Porto também vai ter a vida complicada.

 

VÍTOR OLIVEIRA “ESTE É UM DOS OBETIVOS DA ÉPOCA”

 

“A equipa está motivada. Este é um dos nossos objetivos da época. Sabíamos que a caminhada não ia ser fácil, mas estamos na Final Four e vamos lutar para chegar à final porque esse é o primeiro objetivo. A equipa está consciente das dificuldades, mas estamos todos muito motivados. Tudo faremos para vencer este jogo”, disse Vítor Oliveira.

O AVC Famalicão parte para este jogo com pequenas lesões, mas Vítor Oliveira não tem dúvidas que quem jogar vai dar o seu melhor.

“Não estamos a 100 por cento. O plantel é curto, o desgaste de uma época tão exigente deixa marcas e temos atletas com pequenos toques, mas nesta altura toda a gente joga a 110 por cento. As pequenas mazelas são deixadas para trás”.

 

“VAMOS FAZER TUDO O QUE ESTIVER AO NOSSO ALCANCE PARA GANHAR”

 

O AJM/FC Porto é apontado como o grande favorito na corrida pelos títulos… “é uma equipa que conhecemos muito bem. A maioria das atletas são muito conhecidas do Campeonato Português. Quatro ou cinco foram minhas atletas no ano passado, outras jogaram no Leixões, que foi uma equipa que defrontamos algumas vezes. A grande maioria das atletas do AJM/FC Porto são bem conhecidas. É uma equipa que foi feita para ganhar, tem um orçamento acima de todas as outras equipas” disse Vítor Oliveira, que adiantou que “nós vamos entrar para o jogo para o discutir. Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para ganhar o jogo”.

“Temos uma equipa com valor e vamos entrar para ganhar”, garantiu ainda o treinador do AVC Famalicão, que lembrou que a sua equipa tem como ponto forte “a força e a união do grupo”.

 

FORÇA DO GRUPO ESTÁ NA UNIÃO

 

“Este grupo tem uma união muito forte, é amigo, cúmplice e combativo. Esta é a grande força do AVC. O grupo vai estar unido para ganhar este jogo. Sabemos que depois há as questões técnicas e táticas que podem mexer com o desenrolar da partida, mas também sabemos que para nos venceram têm que jogar muito bem”.

O jogo deste sábado entre AVC Famalicão e AJM/FC Porto é o primeiro de uma série que se aproximam. No Play-off do Campeonato Nacional da I Divisão, o conjunto de Vítor Oliveira volta a defrontar a formação do FC Porto.

 

FINAL FOUR DA TAÇA E PLAY-OFF DO CAMPEONATO

 

“Digamos que este jogo da Final Four da Taça de Portugal vai ser mais uma oportunidade que temos para estudar o adversário para os jogos que se seguem. É verdade que no Play-Off do Campeonato Nacional uma derrota não implica o afastamento do objetivo e aqui temos mesmo que ganhar. Nós sabíamos que este ano as coisas iam ser complicadas. Não me lembro de uma época com tantas equipas com tanto poderio. Foi um campeonato em que houve muitos resultados de 3-2. Por isso, nós estamos satisfeitos por aquilo que fizemos. Traçamos dois objetivos e chegarmos lá é muito bom”.

PROGRAMA DA FINAL FOUR

Sábado

15h -CD Aves – Clube K;

18h – AVC Famalicão – AJM/FC Porto.

Domingo:

15h – Final

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS