CICLISMO

José Oliveira, Roberto Soares e Bombos S. Sebastião vencem em Valpaços

José Oliveira, Roberto Soares e o Bombos S. Sebastião/ LusoPrint/ Monçãobike, subiram ao primeiro lugar do pódio na IX Rota do Folar Valpaços, terceira prova do Campeonato Regional de Maratonas BTT (XCM) da Associação Regional de Ciclismo de Vila Real.

José Oliveira venceu em Master 30 ao completar a prova em 2:44:55 horas, deixando Tiago Castro e Valter Lima, ambos da SPAC, nos restantes lugares do pódio.

Em Masster 309 de realçar ainda a quarta posição de Ricardo Cerqueira, do BTT Braguinhas/Padim da Graça, enquanto o Fábio Martins (SAERTEX Portugal/Edaetech) fechou o top5-

Tiago Amoedo (Bombos S. Sebastião) foi sexto e Nuno Ribeiro, famalicense do Grupo CCR-Ap Motors-Lobos Averomar Cycling, terminou em oitavo.

Em Master 35, a vitória sorriu ao fafense Tiago Ribeiro, que corre com o individual, enquanto José Pacheco (SPAC) foi segundo e Daniel Pimenta (Bombos S. Sebastião) terceiro.

Às portas do pódio ficou César Paredes (BTT Braguinhas). O ciclista da equipa de Braga gastou mais dois segundos que o terceiro classificado.

No top10 ficaram ainfa Hugo Martins (Averbikesr/Moinho de Vermoim/Dmcor), Tiago Moreira (Bombos S. Sebastião), Vítor Sampaio (Erdal Guimarães Ciclismo) e José Macedo e Pedro Barbosa (BTT Braguinhas).

 

ROBERTO SOARES VENCE EM PARACICLISMO

 

Em Paraciclismo, Roberto Soares (Bombos S. Sebastião) completou a Meia-Maratona em 2:36:17h e garantiu a subida ao primeiro lugar do pódio.

Por equipas, o Bombos S. Sebastião garantiu o primeiro lugar na Classificação de Equipas Masters

Na segunda posição ficou a SPAC e o BTT Braguinhas/Padim da Graça foi terceiro.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS

Quer promover o seu evento?
Contacte-nos...