NATAÇÃO

João Nogueira Costa (VSC), Ana Rodrigues (EDV), António Costa (AD Fafe) e SC Braga conquistam títulos na Madeira

João Nogueira Costa, do Vitória SC, Ana Rodrigues, da ED Viana, António Costa, AD Fafe, e o SC Braga conquistaram títulos no primeiro dia dos Campeonatos Nacionais de Juvenis e Absolutos Open de Portugal, que decorrem no Funchal, na Madeira.

O grande destaque vai para a nadadora da Escola Desportiva de Viana, que se sagrou Campeã Nacional aos 50m Livres com uma nova marca nacional. Ana Rodrigues fez a prova em 25.25, batendo o anterior recorde que também já lhe pertencia.

João Nogueira Costa venceu a prova dos 50m Costas com o tempo de 25.55.

Em Juvenis, António Costa, da AD Fafe, impôs-se na prova dos 200m Mariposa e bateu nos metros finais o benfiquista Francisco Perloiro.

O SC Braga conquistou o título com a Estafeta feminina nos 4x200m Livres. A equipa bracarense fez a prova em 9:13.51, deixando o segundo classificado a mais de cinco segundos.

A Estafeta do SC Braga alinhou com Maria Neves, Leonor Gonçalves, Maria Leite e Adriana Barros.

RESULTADOS

50m Costas

Open: 6.º Mafalda Mesquita (Famalicão)

Juvenis: 10.º Beatriz Pereira (ED Viana)

Open: 1.º João Nogueira Costa (Vitória SC)

Juvenis: 3.º Tiago Costa (Famalicão)

200m Mariposa

Juvenis: 1.º António Costa (AD Fafe)

Juvenis: 9.º Maria Martins (AD Fafe)

50m Livres

Open: 1.º Ana Rodrigues (ED Viana), recorde nacional

Juvenis: 10.ª Beatriz Pereira (EDV)

Open: 3.º Andrii Govorov (Vitória SC), mínimos Campeonato Mundo

4x200m Livres

Absolutos: 2.º SC Braga (Daniel Tavares, José Paulo Lopes, João Sousa e Rafael Simões)

Absolutos femininos: 3.º SC Braga (Margarida Pinto, Maria Neves, Carolina Peixoto e Tamila Holub)

Juvenis: 1.º SC Braga (Maria Neves, Leonor Gonçalves, Maria Leite e Adriana Barros)

1500m Livres Juvenis

Femininos: 5.º Maria Pinto (Viana NC); 6.º Leonor Gonçalves (SC Braga)

Masculinos: 10.º Filipe Laranjo (ED Viana).

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS

Quer promover o seu evento?
Contacte-nos...