BASQUETEBOL

Tânia Gomes (BC Barcelos): “as miúdas estão motivadas para esta Final Four”

“As miúdas estão motivadas e temos trabalhado muito para estar a um bom nível nesta Final Four”, disse Tânia Gomes, treinadora do BC Barcelos, equipa que participa entre sexta-feira e domingo na Fase Final do Campeonato Distrital de Sub-16 femininas da Associação de Basquetebol de Braga.

O conjunto barcelense, que terminou a Fase Regular em segundo lugar, arranca a Final Four sexta-feira, pelas 22 horas, frente ao SC Braga.

Tânia Gomes referiu que “estar presente na Final Four era um objetivo desde o início da época” e adiantou que “será uma Final Four muito equilibrada, com quatro boas equipas e em que não se pode dizer que há um favorito à vitória. Sabemos que podemos lá chegar, pelos resultados da Fase Regular, mas também sabemos que não será fácil”.

Como tem sentido as atletas esta semana? “Ansiosas, não só porque vão disputar uma Final Four, mas porque já não jogam há muito tempo”, disse Tânia Gomes.

Quanto ao ponto forte do BC Barcelos, aquela treinadora referiu que “o ponto forte destas miúdas é a união entre elas, que quando falamos de Basquetebol se reflete na defesa”.

O BC Barcelos arranca a Fase Final frente ao SC Braga, sexta-feira pelas 22 horas. Tânia Gomes acredita que “vai ser um jogo muito equilibrado” e lembrou que “o SC Braga é uma equipa que gosta de correr para o ataque e encontra bem as vantagens”.

A Final Four realiza-se em Vizela, o que vai obrigar o BC Barcelos a grandes viagens e a chegar bastante tarde a casa na primeira jornada… “As viagens serão um obstáculo para nós e para todas as equipas. São viagens muito longas, o que obriga a maior logística. Na sexta-feira, por exemplo, jogamos às 22 horas e só chegamos a Barcelos por volta da 1.30 horas…. As miúdas não estão habituadas a estes horários”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS

Quer promover o seu evento?
Contacte-nos...