CICLISMO

Associação Moto Galos organiza Facho Enduro Series

O Monte do Facho, em Barcelos, é palco a 23 de outubro do Facho Enduro Series, prova do Campeonato do Minho de Enduro.

Numa organização da Associação Clube Motos Galos e da Associação de Ciclismo do Minho, o Facho Enduro Series conta com cinco Pecs, todas a partirem da zona do paddock, e uma vista magnífica, como garantiu Hugo Alves, do Moto Galos e coordenador técnico da prova.

“Está tudo preparado para ser uma grande festa”, começou por afirmar aquele responsável, que salientou que “os atletas vão à zona de partida cinco vezes. O ponto zero e o ponto final são ambos no mesmo recinto”.

O que levou o Moto Galos a avançar para a organização de uma prova de Enduro? “Quisemos fazer algo diferente do habitual. Normalmente, recebemos provas de Downhill e continuamos a ter e fazer a manutenção na pista de DHI, mas temos assistido a um crescimento do Enduro na zona e decidimos arriscar. Vamos aproveitar os trilhos já conhecidos com uma ou outra novidade e vamos tentar trazer mais pessoas ao Monte do Facho com esta nova vertente”.

O que pode oferecer este Facho Enduro Series de diferente aos amantes da modalidade? “Por ser um percurso circular, vai juntar mais os atletas por passarem várias vezes no mesmo cume, também é mais fácil para o público ver alguma ação”, disse Hugo Alves, que adiantou que “no final da última PEC existe também uma ligação final até ao cume que vai levar ao limite as forças de quem já fez cinco subidas e terão de chegar dentro do tempo limite para não  penalizarem”.

Hugo Alves garante que “a prova promete muita emoção, muita luta e tudo num local com uma vista magnífica no Monte do Facho”.

Esta é a primeira vez que o Moto Galos organizam uma prova de Enduro, mas Hugo Alves mostra-se confiante: “temos tido bastantes atletas a treinar na pista”, por isso “acreditamos que vamos ter uma boa adesão para a prova” e referiu que “se tivermos entre os 150 e os 170 atletas seria muito bom”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS

Quer promover o seu evento?
Contacte-nos...