BASQUETEBOL

António Faria (BC Barcelos): “vamos tentar fazer o melhor que pudermos”

“Vamos tentar fazer o melhor que pudermos”, foi assim que António Faria, presidente do BC Barcelos, começou por abordar a presença do clube na ‘Final Four’ do Campeonato Distrital de Sub-16 masculinos da Associação de Basquetebol de Braga.

O conjunto treinado por José Luís Silva, que foi segundo na Série A do Campeonato Regional, chega a esta fase final com algumas baixas, mas uma vontade enorme de dar o melhor…

“Partimos para esta Final Four com alguns problemas na equipa, devido aos isolamentos e às lesões, mas estamos satisfeitos por estarmos a disputar esta fase final”, disse António Faria.

“O IMPORTANTE É ESTAR PRESENTE NESTA FASE FINAL”

Afirmando que “o importante é estar presente nesta fase final”, o presidente do BC Barcelos assegurou que “o grande objetivo foi alcançado, agora vamos tentar fazer o nosso melhor”.

António Faria considera que “devido à pandemia e às paragens da competição, nenhuma das equipas chega a esta fase final no seu melhor. Nós, por exemplo, estivemos a treinar online, mas isso não é suficiente para preparar da melhor forma uma fase final”. Seja como for “tentaremos fazer o melhor que sabemos… e o facto de estarmos na fase final já é muito positivo”.

Para o presidente do BC Barcelos, os resultados desportivos são, este ano, o menos importante… “Nós este ano estamos a correr atrás do prejuízo, a pagar a fatura de duas épocas desportivas em que, praticamente, não existiu competição, a que se realizou foi num formato muito condicionado. Nem podemos olhar para esta época como uma época normal…” disse António Faria, que adiantou que “este ano a nossa preocupação passa por reaver os atletas que desistiram ou se afastaram devido à pandemia e a tudo o que ela trouxe, queremos ainda minimizar os danos provocados na formação dos atletas, quer em termos técnicos, quer táticos. E esse tem de ser o trabalho principal dos clubes. Se a este trabalho de juntarem os resultados melhor, mas não é por isso que deixará de ser uma época mais ou menos positiva”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS