CICLISMO

Tensai/Sambiental/Santa Marta já trabalha e com várias ‘caras novas’

A Tensai/Sambiental/Santa Marta já se encontra a preparar a nova época desportiva, apresentando várias caras novas dos escalões de Juniores e Cadetes e muitas novidades no que toca a parcerias, apoios e iniciativas.

Tendo sempre como objetivo “estar na discussão das corridas”, a equipa de Viana do Castelo encontra-se, neste momento, a trabalhar “a parte física”, mas também “a criar e fortalecer o espírito de grupo”, como referiu o treinador Bruno Brito.

Quanto às equipas, aquele técnico referiu que “ainda não estão fechadas, podendo entrar a qualquer momento mais atletas”.

 

JUNIORES COM SEIS ATLETAS E LEONARDO MENDES EM SUB-23 J

 

Para já a equipa de Juniores é composta por seis ciclistas: Samuel Martins, Rúben Benedito, Tomás Póvoa, que continuam no clube, e as ‘caras novas’ Bruno Batista, João Mendes e Paulo Meira.

No clube continua ainda Leonardo Mendes, que sobe ao escalão de Sub-23 J.

 

DANIEL MOREIRA COBIÇADO

 

Em Cadetes, o grande destaque vai para a continuidade de Daniel Moreira, ele que foi bastante cobiçado por vários clubes a nível nacional, mas preferiu manter-se no clube de Viana do Castelo.

 A Daniel Moreira junta-se Tomás Oliveira, que sobe dos Juvenis, Nuno Costa e Tomás Ribeiro.

As duas equipas vão ser orientadas por Bruno Brito, ex-ciclista do clube, enquanto António Antunes é o diretor e responsável pelas Escolas.

Bruno Brito salientou que “para já a preparação está a correr bem. Estamos na parte final da preparação física e no início do novo ano vamos começar a pegar nas bicicletas”.

Ao contrário de outros anos, a Tensai abdicou de participar nas provas de Pista: “não temos qualquer objetivo na Pista este ano”, até porque “pelo calendário previsto vamos ter uma época longa e é preciso descansar. Este ano decidimos descansar da Pista e seguir outro rumo”.

 

BRUNO BRITO: “CRIAR UM FORTE ESPÍRITO DE GRUPO”

 

O treinador da equipa de Santa Marta garante que “o nosso objetivo é a Estrada e é nela que vamos centrar todas as nossas atenções”.

Neste momento “antes de pensar em resultados (na Pista), estamos mais interessados em criar um forte espírito de grupo, união entre todos os atletas, Cadetes e Juniores”, até porque “temos a entrada de vários elementos novos e é importante e positivo para a equipa que se crie esse espírito”.

De resto, “os dois escalões estão a trabalhar juntos e a criar laços entre eles e a criar rotinas saudáveis de trabalho”.

 

“QUEREMOS E VAMOS MOSTRAR AS NOSSAS CORES”

 

Quanto a objetivos competitivos, Bruno Brito não tem dúvidas… “tanto nos Cadetes, como nos Juniores, vamos entrar em todas as corridas para as discutir. Queremos e vamos mostrar as nossas cores, dignificar quem nos apoia”.

Para a nova época, a Tensai/Sambiental/Santa Marta vai apresentar-se renovada, não só em termos de atletas, mas também de apoios, parcerias, etc…

“A preparação para a nova época está a correr bem. Já conseguimos novos acordos, parcerias e apoios. Vamos mudar um pouco o visual e mostrar que a Tensai está bem viva”, disse Bruno Brito, que confessou que “estamos felizes pelo trabalho que estamos a fazer. Os nossos esforços em prol do Ciclismo e de Viana do Castelo estão a ser reconhecidos”.

Olhando para a época que está a terminar que balanço faz? “Foi uma época em que conseguimos fazer muito com pouco. Quando cheguei ao clube, a equipa estava a passar por uma fase de altos e baixos… Depois os resultados foram aparecendo. Na categoria de Cadetes estivemos sempre na discussão das corridas e a prova do bom trabalho foi a cobiça dos nossos ciclistas”, referiu Bruno Brito.

Quanto aos Juniores: “e tendo em conta os elementos que compunham a equipa (dois), fomos alcançando os objetivos que foram estabelecidos”.

 

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS