VOLEIBOL

SC Braga vence Torneio de Natal de Minis B

O SC Braga A foi o grande vencedor do Torneio de Natal de Minis B da Associação de Voleibol de Braga, que se realizou domingo, no Pavilhão EB 2/3 de Gualtar.

O Torneio de Natal contou com a presença de 60 atletas em representação de cinco clubes: SC Braga, Vitória SC, ADC Caldinhas, SC Vila Real e CJPII/Dumiense.

O SC Braga A venceu todos os jogos e conquistou o Torneio de Natal, deixando na segunda posição o SC Vila Real, enquanto o SC Braga B terminou em terceiro, com os mesmos 10 pontos do segundo.

Beatriz Vilaça, treinadora dos Minis do SC Braga, gostou do desempenho das suas atletas e da evolução que têm apresentado.

“Os torneios correm sempre bem”, começou por afirmar a treinadora do SC Braga, que salientou que “as atletas divertiram-se muito e aprenderam, o que é sempre positivo”.

Este já não é o primeiro Torneio da época, sentiu alguma evolução na equipa e nas atletas? “Sim, sem dúvida. Este é um escalão onde a evolução é constante e é nestes momentos que mais facilmente nos apercebemos disso”.

Beatriz Vilaça lembra que “para a maioria das atletas este é o primeiro ano que têm contacto com a modalidade”, portanto “para a maioria é tudo novo, até o simples contacto com a bola”.

Com uma equipa de 22 atletas – cinco Minis A e 17 Minis B -, entre os oito e os 12 anos, Beatriz Vilaça considera que os torneios “são momentos esperados com muita ansiedade e disputados com muita alegria”.

Como é trabalhar com idades tão baixas? “Tem os dois lados. É bom porque estou a fazer parte do início da sua formação e o fundamental nesta fase é a transmissão de valores, as bases da modalidade e mais do que o conhecimento é importante transmitir o gosto pela prática e, claro pela modalidade. O lado menos positivo é que é pouco Voleibol”, disse a treinadora do SC Braga.

Questionada sobre se é fácil cativar as atletas para a modalidade, Beatriz Vilaça considera que “Não é difícil, as cores da bola e o símbolo do clube ajudam, mas nem sempre é fácil mantê-las. Algumas já possuem outros compromissos ao final do dia e, por vezes, o facto de não estarem habituadas a certas regras, como a assiduidade e pontualidade, causa alguma resistência”.

O SC Braga vai angariando as atletas “através das AEC’s onde abordamos o Minivoleibol, do desporto escolar e por vezes elas próprias trazem as amigas”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS