CICLISMO

Manuel Pereira ambicioso no Lobos Averomar BTT

“Estou a encarar a continuidade com muita alegria e também com muita vontade de superação” foi assim que Manuel Pereira começou por abordar a sua continuidade do Lobos Averomar BTT.

Manuel Pereira, que está na equipa desde o arranque do projeto, parte para a nova época ambicioso “o meu objetivo para a próxima época passa por ganhar mais experiência e melhorar os resultados!” e adiantou que “o meu grande sonho seria alcançar um pódio a nível nacional e lutar por uma camisola de Campeão no Campeonato Regional! Tenho noção que é uma luta difícil e que o nível é elevado, mas gosto de me superar e trabalhar para os objetivos”.

Manuel Pereira, que vai para a sua última época na categoria de Master 35, garantiu, este ano, o pódio no Campeonato do Minho de BTT XCM, ao fazer terceiro lugar em Melgaço.

“FAZER XCO E QUEM SABE CONSEGUIR ALGO BONITO”

“As Maratonas são a minha prioridade, mas também adoro Cross Country e, este ano, os objetivos passam por fazer XCO e quem sabe conseguir algo bonito”, disse Manuel Pereira, que este ano realizou duas provas (Esposende e Tesouros do Ave) no Campeonato do Minho de BTT XCO-Popp Agency, tendo terminado em sétimo lugar.

O ciclista de Joane e o Lobos Averomar BTT participam, regularmente, nos Campeonatos Regionais do Minho e do Porto, mas Manuel Pereira diz não ter preferências… “muito sinceramente o prazer de participar nas provas é similar em ambos. São duas grandes organizações com grandes atletas e circuitos!”.

De referir que Manuel Pereira está no Lobos Averomar BTT desde 2019 e lembra que “fui convidado pelo Nuno Paranhos e achei o projeto muito aliciante e ambicioso… começamos por fazer correr corridas de Promoção, mas com o decorrer das provas e a evolução do projeto e da equipa, começamos a correr a nível federado e a participar no Campeonato Regional e Nacional”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS