BASQUETEBOL

BC Barcelos e SC Braga na luta pelos pontos

O BC Barcelos recebe este domingo, a partir das 18 horas, o SC Braga, naquele que é o jogo grande da jornada quatro da Zona Norte do Campeonato Nacional da I Divisão masculina de Basquetebol.

Em campo vão estar as duas equipas do Minho, formações que lutam pela subida à Proliga.

À entrada para esta jornada o BC Barcelos parte na liderança, com sete pontos em quatro jogos, enquanto o SC Braga é terceiro com cinco pontos em três partidas.

Recentemente as duas equipas jogaram para a Taça de Portugal, jogo que decorreu em Braga, e sorriu aos bracarenses.

 

RICARDO ROCHA (BC BARCELOS): “É SEMPRE UM JOGO ESPECIAL”

 

Para o jogo deste domingo, a equipa treinada por Ricardo Rocha parte determinada em fazer esquecer o jogo menos conseguido da Taça de Portugal, bem como o desaire – o primeiro do campeonato – frente ao CAB Madeira…

Ricardo Rocha, treinador dos barcelenses, refere que “este é sempre um jogo especial, devido à proximidade dos dois clubes, mas é um jogo do campeonato e é dessa forma que o estamos a encarar. Queremos ganhar e vamos trabalhar nesse sentido”.

“Ainda estamos numa fase de construção do nosso jogo e das rotinas da equipa e, por isso, não estamos no nosso melhor, mas esperamos conseguir atingir os nossos objetivos principais”, disse Ricardo Rocha.

O BC Barcelos perdeu com o SC Braga para a Taça de Portugal. Esse jogo serviu para tirar ilações para este embate do campeonato? “Foi um jogo menos conseguido da nossa parte. Não nos correu como pretendíamos e perdemos”, mas “tendo como base o jogo da Taça, preparamo-nos e corrigimos aquilo em que não estivemos bem em Braga. A equipa também já tem mais uma semana de trabalho e olhando para aquilo que é o avanço da construção da nossa equipa pretendemos fazer coisas diferentes”.

Ricardo Rocha salienta que “esta fase inicial da época tem sido menos consistente, temos um plantel muito renovado e ainda estamos a procurar algumas coisas. O jogo de Braga serviu para perceber o que temos de retificar e que podemos fazer melhor para conseguir outro resultado”.

Afirmando que “o desaire da Taça de Portugal já passou”, Ricardo Rocha mostra-se confiante para o embate de amanhã… “preparamo-nos o melhor possível para este jogo e vamos lutar para vencer”.

O SC Braga conta com quatro ex-jogadores do BC Barcelos. Ricardo Rocha acredita que “isso não vai pesar, nem mexer com os atletas. São Seniores, experientes e sabem controlar as emoções”. Agora “os quatro jogadores que foram para o SC Braga acrescentam, efetivamente, muita qualidade ao Braga, como o fizeram no BC Barcelos. São atletas que nos vão criar dificuldades, mas nós teremos de saber responder…”.

 

PEDRO GRENHA (SC BRAGA): “TEMOS DE ESTAR AO NOSSO MELHOR NÍVEL”

 

Em Braga o jogo está a ser encarado com otimismo, mas muita responsabilidade. A equipa dar manter-se na senda das vitórias, mas Pedro Grenha salienta que o BC Barcelos é um adversário difícil…

“A equipa está motivada e determinada em dar continuidade ao bom momento que atravessamos. Contudo, não esperamos facilidades frente ao BC Barcelos, o nosso adversário irá certamente procurar dar uma resposta muito forte em relação ao último jogo realizado entre as duas equipas”, disse Pedro Grenha.

O treinador do SC Braga salientou que “sabemos das dificuldades que o BC Barcelos nos pode criar nos dois lados do campo e vamos ter de estar no nosso melhor nível para enfrentar uma equipa que reúne um conjunto de jogadores experientes com jovens formados no clube que acrescentam muita energia e irreverência”.

“A disputa dos ressaltos nas duas tabelas será, sem dúvida, um dos aspetos-chave do jogo e, para levar a melhor neste capítulo, teremos de ser muito coletivos para contrariar as vantagens do Barcelos no peso e na altura”, referiu Pedro Grenha.

 

PROGRAMA DE JOGOS

15h: CAB Madeira – GDB Leça

18h: BC Barcelos – SC Braga

18h: Juvemaia-ACDC – Académico FC

RESULTADO

CB Viana – Guifões

Fotos: SCB

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS