Sem categoria

GNA, CCPA, AP Braga e AP Guimarães ambiciosos para o ‘Nacional’ de Dança

Grupo Nun’Álvares, Clube Cávado Patinagem Artística, Academia de Patinagem de Braga e Academia de Patinagem de Guimarães participam entre esta quinta-feira e domingo no Campeonato Nacional de Dança de Patinagem Artística, que se realiza no Pavilhão Rota dos Móveis (ADPA), em Paredes.

A Academia de Patinagem de Braga é o clube que mais atletas e parte com algumas aspirações ao pódio e mesmo aos títulos.

Para Paredes, a AP Braga leva 10 atletas: Mia Amorim e Beatriz Costa (Infantis); Leonor Pereira, Leonor Cepa Santos (Iniciados), Marian Ferreira (Cadete), Marta Araújo (Juvenil), Lara Pereira, Margarida Costa, Nicole Amorim (Júnior) e Mafalda Afonso (Sénior).

O CCPA, que se estreia nestas andanças, leva uma comitiva oito atletas:  Rita Roriz, Catarina Dias, Maria Antunes e Margarida Santos (Infantis), Carolina Apolinário (Iniciados), Américo Alves (Cadete), Carolina Costa (Júnior) e o Sénior Diogo Moreno.

O Grupo Nun’Álvares apresenta-se no ‘Nacional’ de Dança com Maria Leonor Rodrigues, Ana Leonor Povo e Maria Leonor Ferreira (Infantil), Francisco Andrade e Gonçalo Cunha (Iniciados).

Já a AP Guimarães compete com atletas, são elas Teresa Silva (Cadete), Maria Rita Fernandes (Juvenil) e Ana Luís Cardoso (Sénior).

O Campeonato Nacional de Dança arranca esta quinta-feira, pelas sete horas, com o período de treinos a decorrer até às oito horas. Segue-se o primeiro período de provas até às 12 horas. Em ação vão estar as categorias de Iniciados masculinos e Juvenis (masculinos e femininos)-

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS