Sem categoria

Clube Cávado Patinagem Artística “extremamente feliz” com estreia no ‘Nacional’ de Dança

O Clube Cávado Patinagem Artística estreia-se no Campeonato Nacional de Dança de Patinagem Artística, que se realiza entre quinta-feira e domingo no Pavilhão Rota dos Móveis (ADPA), em Paredes.

Para esta primeira participação a equipa de Barcelos leva uma comitiva oito atletas: as Infantis Rita Roriz, Catarina Dias, Maria Antunes e Margarida Santos, a Iniciada Carolina Apolinário, o Cadete Américo Alves, a Júnior Carolina Costa e o Sénior Diogo Moreno.

“É a primeira vez que o CCPA participa no ‘Nacional’ de Dança e estamos todos extremamente felizes por isso”, começou por referir Joana Magalhães, treinadora do CCPA.

JOANA MAGALHÃES: “OBJETIVO PRIMORDIAL É MOSTRAR QUE ESTAMOS COMPROMETIDOS COM A DISCIPLINA”

Apesar de fazer a sua estreia num evento destes, o CCPA parte ambicioso para Paredes: “o objetivo primordial desta equipa é mostrar já, no primeiro ano, que estamos muito comprometidos com a disciplina” e adiantou que “queremos a médio prazo aumentar a equipa em ‘nacionais’ e ter scores cada vez melhores”.

Como correu a preparação para este Campeonato Nacional? “A preparação tem corrido de uma forma muito positiva”, disse Joana Magalhães, que adiantou que “treinadores, atletas, pais e direção estão muito orgulhosos do apuramento desta equipa para o Campeonato Nacional”.

“MOSTRAR EM PISTA TUDO O QUE TREINAMOS”

Joana Magalhães salientou que “a equipa está a ansiosa, como é normal. Transmito-lhe grande sentido de responsabilidade pela participação nesta prova, mas a equipa está, igualmente, focada em fazer o melhor possível e mostrar em pista tudo o que treinamos”.

A treinadora do CCPA aproveitou ainda para “desejar boa sorte a todas as equipas minhotas que vão estar presentes neste Campeonato Nacional de Dança”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS