ATLETISMO

Amigos da Montanha brilha no ‘Nacional’ de Sprint em estafetas

O Amigos da Montanha esteve em grande destaque no Campeonato Nacional de Sprint de Orientação em Estafetas em Orientação, que se realizou no sábado em Celorico da Beira.

A formação de Barcelos saiu de Celorico da Beira com três pódios: o título de Campeão Nacional em Juniores, Vice-Campeão em Juvenis e o terceiro lugar em Cadetes.

Numa prova de equipas de quatro atletas, dois masculinos e dois femininos, o Amigos da Montanha venceu na categoria de Juniores, com a marca de 1.12horas, deixando a concorrência a quatro minutos de distância. A equipa barcelense era constituída por Antónia Brito, José Maia, Rodrigo Lima e Mariana São Bento.

Em Cadetes, a equipa, constituída por Rita Maia, Emanuel Barbosa, João Maia e Carolina Marques, subiu ao terceiro lugar do pódio.

Já em Juvenis, a equipa de Barcelos sagrou-se Vice-Campeã. Alinharam pelo Amigos da Montanha Inês Laranjeira, Duarte Pedro Reis, Miguel Costa e Beatriz Ribeiro.

TRÊS PRIMEIRO LUGARES NA TAÇA DE PORTUGAL

No sábado realizou-se ainda uma prova da Taça de Portugal de Sprint e o Amigos da Montanha, que alinhou com 19 atletas, voltou a estar em grande destaque.

Rodrigo Lima, em H18; Mariana São Bento, em D18; e Anabela Freitas, em D45 subiram ao mais alto lugar do pódio ao venceram as suas categorias.

Antónia Brito foi segunda classificada em D16, Duarte Pedro Reis conquistou o mesmo lugar em H16, Mariana São Bento em D18, Rafael Lima em H45 e Lucília Esteves em D60.

Carolina Marques foi terceira em D14, tal como Jorge Silva, em H60. Em competição estiveram, ainda, Beatriz Ribeiro, João Maia, Miguel Costa, Rita Maia, Inês Laranjeira, Emanuel Barbosa, José Vieira Maia, Laura Gouveia, Guilherme Razão e Adélio Gouveia.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS