CICLISMO

Alberto Amaral (UC Ponte Barca) Vice-Campeão do Mundo de Contrarrelógio

Alberto Amaral, ciclista da Rematelaborado_UCPonte Barca, sagrou-se hoje Vice-Campeão do Mundo de Contrarrelógio em Master 50 no UCI Gran Fondo Campeonatos Mundiais de Ciclismo que decorrem em Sarajevo, na Bósnia.

O ciclista minhoto, que participa pela segunda vez na sua carreira num Campeonato do Mundo, mostrou-se “satisfeito com o resultado”, num Contrarrelógio “bastante duro e com a estrada em muito mau estado”, mas “para mim o pior foi estar a chover”.

“O SONHO DE SER CAMPEÃO DO MUNDO ESTEVE PRESENTE DURANTE ALGUM TEMPO

Alberto Amaral considera que “ser Vice-Campeão é muito bom”, mas salienta que “o sonho de ser Campeão do Mundo esteve presente durante algum tempo… até que chegou o ciclista irlandês, que foi mais rápido 18 segundos do que eu”.

O ciclista da UC Ponte da Barca tem agora o objetivo de recuperar o melhor possível para a prova de Fundo, que está marcada para domingo em que a meta “passa por conseguir a camisola de Campeão do Mundo, embora a prova em linha não dependa só de mim como no Contrarrelógio”.

Alberto Amaral ainda não conhece o percurso da prova de Fundo, que conta com uma extensão de 135 quilómetros, “ainda não vi o percurso, mas dizem que é muito duro, principalmente, do meio até à meta”.

ROSA MARQUES EM OITAVO

Rosa Marques, da equipa feminina da UC Ponte da Barca também está presente no UCI Gran Fondo Campeonatos Mundiais de Ciclismo e na prova de Contarrelógio fez oitavo lugar.

Rosa Marques volta à estrada no sábado para uma prova de Fundo com 100 quilómetros.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS