BASQUETEBOL

Maria da Fonte vence SC Braga

O Maria da Fonte entrou a vencer no Campeonato Regional de Sub-19 femininos da Associação de Basquetebol de Viana do Castelo/Associação de Basquetebol de Braga. A equipa treinada por Jorge Henriques deslocou-se ao Pavilhão de Lamaçães e bateu o SC Braga por 44-53.

O conjunto da Póvoa de Lanhoso entrou melhor no jogo e paulatinamente foi-se adiantando no marcador. No final do primeiro quarto vencia por 9-13.

O SC Braga tentou reagir, mas durante o primeiro tempo não conseguiu lidar com a forma mais agressiva de jogar do Maria da Fonte. Assim, a equipa da Póvoa de Lanhoso venceu o segundo quarto por 6-11 e chegou ao intervalo a ganhar por 15-24.

No segundo tempo, começou com a mesma toada. O Maria da Fonte mais forte e certeiro na hora de lançar ao cesto, mas o SC Braga deu mostras de se adaptar à pressão exercida pelas forasteiras quando não tinham a bola.

O Maria da Fonte ganhou por 11-16 o terceiro quarto e entrou no período final a ganhar por 26-44, uma vantagem já bastante confortável.

Foi no último quarto que o SC Braga conseguiu explanar melhor o seu jogo. Conseguiu ter mais vezes a bola nas mãos e foi mais certeiro na hora de lançar ao cesto. Ganhou por 18-13, mas não conseguiu anular a desvantagem e perdeu o encontro por 44-53.

JOSÉ ALVES ALDANA: “O SENTIMENTO QUE FIQUEI É DE SATISFAÇÃO”

José Alves Aldana, treinador da equipa de Sub-19 do SC Braga, mostrou-se satisfeito com o desempenho da sua equipa, que garante estão a evoluir…

“Foi o primeiro jogo oficial das Sub-19 e o sentimento que fiquei, no fim do jogo, é de satisfação, apesar de o resultado não ter sido aquele que pretendíamos”, começou por afirmar o técnico do SC Braga, que referiu que “tivemos um jogo-treino há uma semana com a mesma equipa, perdemos por 28 pontos e neste jogo a diferença já foi substancialmente menor. Isso é um bom indicativo, as atletas estão a crescer, a evoluir e a ganhar rotinas de trabalho”.

José Alves Aldana salientou que “o Maria da fonte foi um justo vencedor, mas estivemos sempre em jogo e as atletas deixaram tudo em campo. Lutaram até ao fim”.

Em termos técnicos “tivemos muitos turnovers e nas segundas bolas fomos algo perdulários. Temos de melhorar esses aspetos. Há muito trabalho pela frente, mas elas têm reagido com muita vontade”.

Considerando que “foi um jogo intenso e emotivo, nem sempre bem jogado”, José Alves Aldana refere que “o caminho é continuar a trabalhar”.

No primeiro tempo, o SC Braga mostrou-se incapaz de lidar com a forma de jogar do Maria da Fonte? “Sim, é verdade. Maria da Fonte faz uma pressão muito agressiva e tivemos que nos adaptar. Trabalhar essa saída de pressão com um jogo mais baseado em passe”, disse José Alves Aldana, que lembrou que tem uma equipa muito jovem… “a maioria delas são sub-19 de primeiro de ano. Só quatro em 13 atletas, é que são de segundo ano. Não temos nenhuma atleta de terceiro ano de Sub-19”.

JORGE HENRIQUES: “SAÍMOS A GANHAR NO PRIMEIRO JOGO E ERA ESTE O NOSSO OBJETIVO”

Jorge Henriques, treinador do Maria da Fonte, considerou que se assistiu “a um jogo confuso… Típico de início de época” e adiantou que “foi um jogo em que ambas as equipas lutaram para se superiorizarem uma à outra. Um jogo muito físico, intenso e devido a isso acabou por ser demasiado confuso e por vezes mal jogado. Como disse atrás, típico de início de época… com a agravante de ser o primeiro jogo de competição no pós interregno devido a esta pandemia”.

Jorge Henriques salientou que “notou-se muita vontade das atletas e algum nervosismo, mas entendo que acabamos por ser a equipa mais serena e equilibrada nas tomadas de decisão. Saímos a ganhar no primeiro jogo e era este o nosso objetivo para início de época”.

Perspetivas para o futuro? “Jogar acima de tudo… que as atletas se divirtam e ganhem ritmo competitivo. Foi uma paragem muito grande e não podemos estar a exigir de atletas que se viram privadas de competir durante um período enorme. Queremos que ganhem ritmo primeiro e depois definiremos em conjunto os nossos objetivos”, disse Jorge Henriques, que adiantou que “claro que, historicamente está-se habituado a ver esta equipa numa Final Four e há sempre a perspetiva de nos avaliarem como um crônico candidato a algo… Não trabalhamos dessa forma. Trabalhamos para manter felizes as atletas e esse é o nosso principal objetivo. Isto é formação e é para formar atletas e mulheres que aqui estamos”.

BC LIMIENSE RECEBE BC BARCELOS

O Campeonato Regional de Sub-19 regressa esta terça-feira, com o embate entre BC Limiense e BC Barcelos, que está marcado para o Pavilhão Municipal de Ponte de Lima, às 10 horas.

Para o fim de semana estão marcados os seguintes encontros:

Sexta-feira, 21h: Maria Fonte – BC Limiense

Sábado, 11h: Ribeirão-CP Lanheses

18.45h: GDAS – Barca BC

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS