CICLISMO

Rui Freitas domina em Juniores 6.º BTT DHI Moto Galos

Rui Freitas, ciclista de Guimarães que corre como individual, foi o grande protagonista na categoria de Juniores do 6.º BTT DHI Moto Galos, que se realizou domingo no Monte do Facho, em Barcelos.

O ciclista de São Torcato venceu as duas mangas com alguma vantagem sobre os seus mais diretos perseguidores.

Rui Freitas, que tinha como grande objetivo fazer o melhor tempo absoluto, fez uma primeira manga abaixo dos dois minutos e realizou o quarto melhor tempo da pista. Um problema na bicicleta impediu-o de melhorar o tempo da manga final, tendo feito 2:06:211 minutos, deixao, deixando o segundo classificado, Diogo Pereira, da Bike House DH Team/Guimarães, a mais de sete segundos.

Luís Cunha, também da Bike House, sofreu uma aparatosa queda já perto da reta da meta, mas conseguiu assegurar o terceiro lugar do pódio.

Marco Pinheiro (Desportivo Jorge Antunes) terminou na quarta posição e o seu colega de equipa Tomás Freitas foi sexto classificado.

RUI FREITAS: “É MUITO IMPORTANTE GANHAR AS CORRIDAS”

Rui Freitas, que em julho conquistou a Taça de Portugal e se sagrou Vice-Campeão Nacional de Juniores, partiu para a DHI Motos Galos com um duplo objetivo… vencer a sua categoria e fazer o melhor tempo à geral…

“Na primeira descida consegui fazer quarto tempo à geral e estava confiante que poderia atingir o meu grande objetivo”, disse o ciclista de Guimarães, que adiantou: “só que tive um problema na bicicleta e na segunda manga foquei-me apenas em fazer a descida”.

Sobre a vitória na categoria de Juniores referiu que “é muito importante ganhar as corridas, ainda mais porque não pontuei na Penha devido a uma lesão. Agora o objetivo passa por conquistar o maior número de pontos para conquistar a Camisola de Campeão do Minho”.

Rui Freitas, depois de brilhar nas provas nacionais, está agora completamente focado “no Campeonato do Minho” e afirmou “quero ganhar a Camisola e para isso tenho de pontuar o máximo possível”.

A próxima corrida é a 17 de outubro, em Arcos de Valdevez “numa pista que conheço bem, pois já lá corri duas vezes. É uma pista em que me sinto bem e em que gosto de andar, por isso, acredito que posso fazer um bom resultado”.

DIOGO CUNHA (DJA) SEGUNDO EM CADETES

Em Cadetes Diogo Cunha, do Desportivo Jorge Antunes, fez segundo lugar, atrás de Nuno Bentes (BTT Pandilhas a Monte), ciclista que realizou o tempo de 2:13:930m.  Adrian Lopez (Kamikazes CD) subiu ao terceiro lugar do pódio. Adriano Silva (Bike House DH Team/Guimarães) fez sétimo lugar.

Na categoria de Escolas, Duarte Ribas, da Bike House DH Team/Guimarães, foi o mais rápido em Juvenis, deixando nos lugares imediatos os seus colegas de equipa Diogo Rodrigues e Francisco Ribeiro. Guilherme Teixeira (DJA) terminou na quarta posição.

Em Infantis,  Afonso Soares (Bike House) fez segundo lugar. Ezequiel Sanchez, do 5Th Pine MTB Team – Clube, subiu ao primeiro lugar do pódio.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS