CICLISMO

João Benta na EFAPEL Cycling

João Benta vai reforçar a recém-formada equipa EFAPEL Cycling, projeto criado por José Azevedo. Ex-ciclista profissional e diretor geral no World Tour.

O ciclista de Esposende, que nos últimos cinco anos esteve ao serviço da Rádio Popular-Boavista, mostra-se entusiasmado com o novo desafio e muito ambicioso.

“Será um desafio novo e que trará outros sabores …”, começou por referir João Benta, que adiantou que “é um projeto novo, pensado por alguém que sabe o que é e percebe muito da modalidade que toda a gente conhece, o José Azevedo”.

“O OBJETIVO É LUTAR POR VITÓRIAS”

A EFAPEL Cycling está a formar uma equipa ambiciosa e João Benta garante que “o objetivo é lutar por vitórias e dignificar quem apoia e acredita no projeto, quem nele se envolve, tais como patrocinador, sponsers, ciclistas e staff” e adiantou: “logo o grupo está a ser formado pelo Azevedo entre a juventude e a experiência para que a cada competição se esteja na discussão”.

“MUDANÇA DE CICLO”

Este novo projeto também marca o fim do teu ciclo na Rádio Popular – Boavista. Foi uma decisão difícil?

“Não diria o fim, mas uma mudança no meu ciclo. Foram cinco anos seguidos na RP Boavista, juntando a dois anos anteriormente. Logicamente que custou tomar a decisão de sair, pois ali tive grandes e especiais momentos. Criei laços de amizade grandes, que ficarão para o resto da vida”, disse João Benta, que adiantou que “como o Ciclismo é o meu modo de vida… muda o projeto, mas as amizades seguem para vida”.

“FOI UM ANO PARA ESQUECER”

A época 2021 já terminou para João Benta, que não faz um balanço positivo do ano… “Esta época depois de tudo que me aconteceu e aconteceu a toda a equipa, foi de um enorme soco no estômago”, pois “durante o ano foram faltando as vitórias, mas em todas as corridas tínhamos gente na discussão”.

O pior veio na prova mais importante da época: “chegar à competição mais importante do ano, que foi um ano de dedicação, sacrifício e foco, a Volta a Portugal, e passar por tudo o que passamos marcou muito. No meu caso comecei logo com duas quedas seguidas na primeira etapa e no dia de descanso testar positivo ao covid-19…foi de um desgosto enorme”.

“Para juntar ao pior que podia estar a viver no momento, foi a equipa estar de Amarelo com o Freitas e ter que abandonar a competição por casos covid. Foi um ano para esquecer e que nem nos piores momentos me quero recordar” disse o ciclista de Esposende, que salientou: “agora é um virar a página e esquecer”.

“MOTIVADO E COM A SENSAÇÃO DE UM MIÚDO QUANDO PASSA A PROFISSIONAL”

Com a época terminada e o futuro já definido, João Benta não pensa em férias… “sinceramente considero que as férias foram no meu isolamento. Agora estou a andar de bicicleta, enquanto o tempo o permite, e a programar o meu defeso para pensar no próximo ano”.

E quando à próxima época, o ciclista esposendense garante que “estou muito motivado e com a sensação de um miúdo quando passa a Profissional… uma mudança que irá refrescar a minha motivação e ambição”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS