CICLISMO

Beatriz Pereira (Bairrada) no top10 na etapa inaugural da Volta Feminina

Beatriz Pereira, ciclista de Famalicão que alinha no Bairrada, terminou na sétima posição a primeira etapa da primeira Volta a Portugal Feminina, uma tirada de 81,5 quilómetros, entre Almada e Setúbal.

Beatriz Pereira, que gastou 2:13:15h para fazer o trajeto, o mesmo tempo da vencedora, britânica Danielle Shrosbree (Team LDN/Brother UK), alcançou ainda a segunda posição na Classificação de Juniores, atrás de Laura Ruiz (Rio Miera Meruelo – Cantabria Deporte).

“ETAPA MUITO DURA…FELIZ COM O RESULTADO”

“Foi uma etapa bastante dura, mas estou muito feliz com o resultado”, disse Beatriz Pereira, ciclista de Famalicão, que hoje se estreou na Volta a Portugal e logo com a sétima posição, ela que é ainda Júnior.

Beatriz Pereira considera que “estive sempre bem colocada e atenta à corrida” e, por isso, conseguiu chegar integrada no grupo da frente, fazendo o mesmo tempo que a vencedora.

ILDA PEREIRA FAZ 15.º LUGAR

Ilda Pereira, ciclista de Guimarães que está a representar o Kopor Activo/Penacova – Extremosul/Hotel Alisi, terminou na 15.ª posição a cerca de um minuto da vencedora.

Ana Caramelo, da ATPLINE_União Ciclista de Ponte da Barca, fez 22.º lugar e Daniela Pereira, famalicense do Clube BTT Matosinhos, terminou a primeira etapa no 28.º lugar.

Marlene Gonçalves (UC Ponte Barca) cortou a meta no 50.º lugar, enquanto a sua colega de equipa Isabel Jorge foi 55.º.

Rita Lopes, atleta das Taipas que nesta Volta a Portugal alinha pela AC Paredes, fez 59.º lugar, Ana Fernandes (UC Ponte Barca) foi 64.º e a sua colega de equipa Vânia Vilaça terminou em 66.º.

A vianense Carina Viana, da Academia de Ciclismo de Paredes, concluiu a primeira etapa na 75.ª posição.

Por equipas, a UC Ponte da Barca termina a primeira etapa na 13.ª posição.

A segunda etapa da Volta a Portugal Feminina esta sexta-feira e arranca em Mafra e termina em Loures, depois das ciclistas percorrerem 72 quilómetros, em Loures.

Fotos: FPC

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS