CANOAGEM

Beatriz Fernandes (CN Ponte Lima) na abertura do Mundial

Beatriz Fernandes, canoísta do CN Ponte Lima, é a primeira atleta da Seleção Nacional a entrar em ação esta sexta-feira no Campeonato do Mundo de Velocidade de Juniores e Sub-23 que decorre no Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho.

Beatriz Fernandes vai participar na segunda prova do dia, as eliminatórias de C1 Juniores Femininos 500m, que está marcada para as 9.05 horas. Para passar à final direta a canoísta de Ponte de Lima terá de ficar nos três primeiros lugares, enquanto do quarto ao sétimo lugar vai disputar a semifinal.

Para as 9.25h, está marcada a primeira eliminatória do K1 500m de Sub-23 Femininos, que conta com Maria Brandão, atleta do CN Prado.

Beatriz Lamas (CN Ponte Lima) e Márcia Faria (CN Prado) vão para a água às 9.30 h para disputar as eliminatórias de C2 500m em Sub-23 Femininos. Para garantir a presença direta na final a dupla minhota tem de ficar nos três primeiros lugares. Entre o quarto e o sétimo lugar vão para a semifinal.

Diogo Silva (Gemeses) faz dupla com Martim Azevedo e vai disputar as eliminatórias de C2 Juniores 1000m às 10 horas.

Ana Pereira (CNP Lima) e Gabriela Resende entram em ação às 11.30h, para disputar a eliminatória de C2 Juniores Femininos 500m.

Já Inês Penetra, do Gemeses, vai para a água às 11.40 h, para a primeira eliminatória de C1 Sub-23 Femininos, enquanto o seu colega de clube Joel Miranda entra em ação às 12.18h em C1 Juniores 1000m.

Ana Brito (CN Prado) participa na prova de K1 Juniores femininos 1000m às 12.53h e Bruno Brasileiro (CN Ponte Lima) faz dupla com Tiago Henriques para disputar às 13.21h a eliminatória de K2 Sub-23 1000m.

Da parte da tarde disputam-se as eliminatórias de 200m. Ana Pereira (CNP Lima)/Gabriela Resende entram na água para disputar, às 18.15h, a prova de C2 Juniores; Inês Penetra (Gemeses) entra em ação às 18.43h.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS