CICLISMO

Pedro Miguel Lopes (Kelly) no top15 do GP JN

Pedro Miguel Lopes, vimaranense da Kelly/Simoldes/UDO, terminou no top15 o primeiro dia do Grande Prémio de Ciclismo JN, que contou com um prólogo, disputado de manhã, e uma etapa em linha com 85,8 quilómetros disputados entre Gondomar em Gaia.

O ciclista de Guimarães, que no prólogo foi 26.º classificado a sete segundos do vencedor, concluiu a primeira etapa em linha no 48.º lugar, inserido no pelotão que gastou mais 11 segundos que o vencedor, Joaquim Silva (Tavfer-Measindot-Mortágua).

Pedro Miguel Lopes parte assim para o segundo dia no 13.º lugar da Geral Individual, sendo ainda segundo na Classificação da Juventude, a um segundo de Carlos Salgueiro (LA Aluminios/LA Sport) e é segundo na Geral Sprints.

César Fonte, vianense da Kelly, que foi o melhor minhoto na primeira etapa em linha, ao fazer 10.º lugar, termina o primeiro dia no 36.º lugar, a 16s do Camisola Amarela.

Tiago Machado, famalicense da Rádio Popular-Boavista, é 39.º, o seu colega de equipa Vinício Rodrigues é 40.º na Geral Individual e sétimo na Classificação da Juventude.

Hélder Gonçalves, Kelly, concluiu o primeiro dia no 53.º lugar, João Matias (Louletano – Loulé Concelho) é 60. Roberto Cardoso, da Fortunna-Maia, fez 73.º lugar, Pedro Silva (Rádio Popular) foi 86.º, Marco Marques, a correr pela Santa Maria da Feira/Segmento d’Época/Real), terminou no 73.º lugar, João Salgado (Kelly) é 96.º e Diogo Almeida (POrminho Team Sub-23) 98.º.

Daniel Dias (Santa Maria da Feira) concluiu o primeiro dia no 103.º lugar e Diogo Costa (Fortunna-Maia) em 104.º.

Amanhã corre-se a segunda etapa, que liga o Parque Oriental da cidade do Porto à Avenida da Régua, em Ovar, numa ligação de 124,5 quilómetros.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS