CICLISMO

Pedro Pinto (Landeiro): “é uma oportunidade para mostrar o meu valor”

“Estou a encarar a Volta a Portugal como uma oportunidade para mostrar o meu valor e o que tenho trabalhado!” foi assim que Pedro Pinto, da Landeiro/KTM/Matias& Araújo/Frulact, começou por abordar a 15.ª Volta a Portugal de Juniores, que se inicia esta quinta-feira, em Almeida e termina domingo nas Penhas Douradas, na Guarda.

Para o ciclista de Guimarães “a Volta é um grande objetivo e uma prova que me pode abrir muitas portas”.

Pedro Pinto considera que “a Volta a Portugal é uma prova difícil, de vários dias e dias muito duros. Cada etapa pode fazer a diferença”.

“FAZER O MEU MELHOR RESULTADO E AJUDAR A EQUIPA”

Quanto a objetivos, o ciclista da equipa de Roriz, Barcelos, não tem dúvidas… “quero fazer o meu melhor resultado e ajudar a equipa ao máximo”.

Pedro Pinto participou na sua primeira Volta a Portugal (então de Cadetes) em 2019 e lembra que “foi a minha primeira corrida por etapas e a prova que mais gostei de correr”.

“O MESMO DESAFIO, MAS UM NÍVEL ACIMA”

É um desafio diferente? “No final de contas acaba por ser o mesmo desafio, mas um nível acima”, disse Pedro Pinto, que considera que “é um verdadeiro teste às nossas capacidades e é aqui que vou ver se estou ao nível dos melhores”.

Pedro Pinto parte confiante para a Volta a Portugal, até porque “os resultados e as provas que realizei até aqui mostram que estou em forma” e depois “encaro sempre as provas com bastante tranquilidade”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS