CICLISMO

João Martins (CC Barcelos) Vice-Campeão Nacional: “correu bem e para a próxima corre ainda melhor”

João Martins, ciclista do CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor, sagrou-se esta manhã Vice-Campeão Nacional de Fundo, nos Campeonatos Nacionais de Ciclismo de Estrada que decorrem em Sernancelhe, Viseu.

O ciclista barcelense gastou 2:04:03h para percorrer os 73,5 quilómetros do percurso da prova de Cadetes, sendo o segundo mais rápido no sprint final, ganho por João Nunes (Alenquer – GDM – Escola Alexander Ruas).

“Foi uma prova muito intensa e com desgaste muito rápido devido ao calor. No final faltou um bocadinho de força e tive algumas cambras já perto da meta, numa altura em que seguia na frente com uma vantagem de cerca de dois metros”, disse João Martins, que adiantou: “mas foi uma prova que correu bem e para a próxima corre ainda melhor”.

Considerando que “ser Campeão Nacional era melhor”, João Martins salientou que ser Vice-Campeão Nacional “é muito bom na mesma e o título fica para a próxima”.

O desgaste da prova do Campeonato Nacional de Contrarrelógio pesou no desenrolar da prova de hoje? “Sem dúvida…foi um Contrarrelógio duro e depois não fiz uma boa recuperação”, mas “usei mais a inteligência do que as pernas”.

 

DANIEL MOREIRA (TENSAI) NA FUGA DO DIA

 

Em destaque na prova de Cadetes esteve ainda Daniel Moreira, o mais novo dos ciclistas da Tensai/Sambiental/Santa Marta.

O vianense escapou do pelotão e juntou-se a Francisco Alves, corredor que seguia isolado na frente da corrida, mas rapidamente ficou sozinho na frente.

Daniel Moreira liderou todas as passagens pela meta, chegando a atingir uma vantagem superior a dois minutos. No entanto, o esforço solitário do corredor de Viana do Castelo deixou marcas e Daniel Moreira acabou por ceder nos últimos cinco quilómetros.

 

SAMUEL MARTINS SEXTO

 

Com o pelotão a chegar compacto à reta da meta, a corrida foi decidia ao sprint. João Nunes (Alenquer/G.D.M/Escola Alexandre Ruas) conquistou o título nacional de Fundo. João Martins (C.C Barcelos/A.F.F/Flynx/H.M.Motor) foi segundo e Tiago Santos (Alcobaça C C/Crédito Agrícola) terceiro.

Samuel Martins, da Tensai/Sambiental/Santa Marta também esteve na discussão da corrida, cortando a meta na sexta posição, a escassos três segundos dos primeiros.

Ainda inserido no pelotão, ficou o vimaranense Bruno Lopes (Landeiro/KTM/Matias& Araújo/Frulact) foi oitavo classificado e Francisco Martins (CC Barcelos) terminou em nono lugar.

No top20 ficou ainda Leonardo Neves (CC Barcelos), que fez 14.º lugar, o seu irmão Rodrigo Neves, que foi 16.º, e Diogo Miranda (Landeiro), que cortou a meta na 18.ª posição.

Daniel Moreira concluiu o Campeonato Nacional no 25.º lugar, a 35s do vencedor.

Gonçalo Silva (Landeiro) terminou em 42.º, o seu colega de equipa Gabriel Baptista foi 44.º; Rúben Benedito (Tensai) fez 52.º e Luís Moreira (CC Barcelos) terminou em 56.º. Terminaram ainda a prova Afonso Coelho e Rodrigo Rodrigues (Landeiro).

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS