CICLISMO

Pedro Miguel Lopes (Kelly) no top20

Pedro Miguel Lopes, ciclista de Guimarães que alinha na Kelly/Simoldes/UDO, fez top20 na quarta etapa da Volta a Portugal, que ligou Belmonte e a Guarda, numa ligação de 181,6 quilómetros.

O jovem ciclista vimaranense cortou a meta no 18.º lugar, a 1,26m do vencedor, Frederico Figueiredo, da EFAPEL.

Pedro Miguel Lopes, que foi assim o melhor ciclista minhoto na etapa, ascendeu ao 20.º lugar da classificação geral, a cerca de quatro minutos do Camisola Amarela Alejandro Marque (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel). O ciclista vimaranense ocupa ainda o segundo lugar na Classificação da Juventude.

HÉLDER GONÇALVES QUARTO MELHOR JOVEM

Hélder Gonçalves, da Kelly, foi o segundo melhor minhoto na quarta etapa ao fazer 41.º lugar. Com este resultado, o ciclista de Barcelos subiu ao 39.º lugar da Classificação Geral e ocupa a quarta posição na Classificação da Juventude.

João Benta, da Rádio Popular-Boavista, ainda a recuperar da queda que sofreu na primeira etapa, fez 61.º lugar, Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua) foi 82.º, Tiago Machado (Rádio Popular) cortou a meta no 86.º lugar e o vianense César Fonte (Kelly) fez 105.º lugar.

JOÃO BENTA 41.º DA GERAL

João Benta ocupa a posição 41 da Classificação Geral, Tiago Machado é 48.º e César Fonte está no 53.º lugar. O vianense Iúri Leitão ocupa o 108.º lugar após quatro etapas.

Amanhã os ciclistas têm um dia de folga, para recuperar das mazelas destas duas últimas etapas bastante duras e recarregar baterias para o que ainda falta desta Volta a Portugal.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS