CICLISMO

Tiago Machado (Rádio Popular) tranquilo para a sua oitava Volta a Portugal

Tiago Machado, ciclista de Famalicão que representa a Rádio Popular-Boavista, parte tranquilo para a sua oitava participação na Volta a Portugal em Bicicleta.

A prova rainha do Ciclismo Nacional vai esta tarde para a estrada, com o prólogo que se disputa em Lisboa e Tiago Machado entra em ação pelas 16.35 horas.

O ciclista famalicense garante que encara a Volta a Portugal: “com tranquilidade. Não há necessidade de criar um stress ainda maior do que o que já temos. É apenas mais uma prova, é tentar fazer o melhor que as pernas deixarem”.

Sobre o percurso da 82.ª edição da Volta a Portugal, Tiago Machado referiu que “o percurso é muito semelhante ao de outras edições, os dias decisivos são quase sempre os mesmos”.

“A CHEGADA A FAFE POR SER NO CORAÇÃO DO MINHO É UMA QUE GOSTO…”

Há alguma etapa que te agrade mais? “A chegada a Fafe por ser bem no coração do Minho é uma que gosto, mas Torre e Senhora da Graça são sempre dias muito bonitos de ciclismo”.

Tiago Machado considera que “a etapa do Minho é sempre muito especial para mim…nada se compara como correr na nossa região”.

É uma boa etapa para tentares vencer? “Isso já não sei pois depende sempre da estratégia da equipa” disse o ciclista de Famalicão, que garantiu que “os objetivos coletivos sobrepõem-se sempre aos individuais”.

Afirmando que “a preparação para esta prova correu bem”, Tiago Machado salientou que “as sensações tem sido agradáveis e as últimas provas tive um bom desempenho, mas sei qual o meu papel na equipa”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS