CANOAGEM

Sérgio Maciel (Viana GC) Campeão Europeu de Sub-23 em C1

Sérgio Maciel, canoísta do Viana Garças Clube, sagrou-se, esta manhã, Campeão da Europa de Sub-23 em C1 no Campeonato da Europa de Maratonas, que decorre em Moscovo, na Rússia.

O canoísta de Viana do Castelo completou a prova em 1:51:11 horas, deixando o mais direto perseguidor, o húngaro Daniel Laczo, a mais de um minuto.

SÉRGIO MACIEL: “É SEMPRE MUITO BOM VER QUE O TRABALHO FOI BEM FEITO”

Sérgio Maciel considerou, no final, que a prova foi dura, mas a vitória muito saborosa…

“Foi uma prova dura por causa do calor”, começou por afirmar o canoísta do Viana GC, que adiantou que “com o desenrolar da prova fui me adaptando e na 3 portagem consegui fugir e manter o lugar até ao final”.

Afirmando que “é sempre muito bom ver que o trabalho foi bem feito”, Sérgio Maciel não se acomoda à vitória e está já a pensar no futuro… “agora é começar a trabalhar para o Mundial de Maratonas”.

RODOLFO COELHO: “O GARÇAS DE VIANA AGRADECE AO ATLETA”

Rodolfo Coelho, presidente do Viana GC, mostrou-se muito satisfeito com o título conquistado pelo atleta do clube… “após um ano de interrupção das competições internacionais de Maratona em Canoagem, o Sérgio regressa ao mais alto lugar do pódio em canoa monolugar (C1) no escalão de Sub-23”.

“Passo a passo, o Sérgio Maciel vai enriquecendo o seu palmarés, que já é vasto, permitindo-nos sonhar com uma longa carreira”.

Rodolfo Coelho salientou que “o ‘Garças de Viana’, como já muitos nos conhecem, agradece ao atleta não nos ter abandonado por clubes mais ricos que o gostariam de ter no seu plantel” e adiantou: “o Sérgio acredita na nossa competência e apesar dos nossos modestos recursos, partilha o sonho de fazer muito com pouco, treinando incansavelmente, fazendo a sua formação de treinador, ajudando os mais novos, consolidando o seu lugar inquestionável de exemplo para todos os ‘Garças’.”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS