CICLISMO

Daniela Pereira estreia-se com as ‘cores’ da Seleção Nacional

Daniela Pereira, ciclista de Famalicão, estreou-se no fim de semana com a camisola da seleção Nacional no Gran Prémio Cidade de Pontevedra, prova que integra a Taça de Espanha.

A ciclista minhota, que está no seu segundo ano no Ciclismo de Estrada, mereceu a confiança da selecionadora nacional, Ana Rita Vigário, e integrou o estágio presencial e a equipa de oito atletas (três Elites e cinco Juniores) que participou na prova espanhola.

Daniela Pereira, que já tinha participado num estágio virtual da Seleção Nacional, faz um balanço positivo dos trabalhos da Seleção Nacional.

PRIMEIRO ESTÁGIO PRESENCIAL

“Esta foi o primeiro estágio presencial em que participei e que terminou com uma competição. Já tinha participado num estágio virtual, em que tivemos outras experiências, mas para mim não há nada melhor do que poder estar com as colegas e poder conversar e trocar ideias/experiências… Principalmente, com as Juniores que têm mais a acrescentar pela experiência”, disse Daniela Pereira, que salientou que “as mais novas são fruto da formação e eu sou ‘autodidata’, por isso, só tenho de aprender com elas”.

Quanto à experiência garante que “correu tudo bem, adorei a experiência”, e adiantou: “estava com receio da corrida e meti uma pressão extra em mim porque não queria falhar à selecionadora nem a possíveis convocatórias de Elites no futuro (quer seja eu ou outras colegas elites quaisquer)”, mas “penso que de uma forma geral os objetivos foram cumpridos e penso que até superamos as expectativas”.

“Detetar erros parece-me um bom ponto de partida para evoluir e eu sei que há potencial para melhorar, principalmente, se corrermos como equipa em geral e se eu melhorar alguns aspetos técnicos em particular”, referiu.

“ESTA CONVOCATÓRIA DEU ALGUM ALENTO”

Em termos pessoais, a ciclista famalicense considera que “foi muito bom. O ano está a ser duríssimo. Estou a treinar muito mais, a trabalhar muitas mais horas e ainda tenho a minha ‘vida’, porque não sou profissional. Ando sempre cansada e é fácil desanimar. Esta convocatória deu algum alento para aguentar mais um bocadinho”.

Daniela Pereira confessa que “gostava muito de poder ter mais vezes esta experiência, mas para já, foco-me só no que depende de mim que é treinar bem, corrigir erros e manter-me firme”.

DANIELA PEREIRA APONTA À CONQUISTA DA TAÇA DE PORTUGAL

Quanto ao futuro, a ciclista famalicense garante que “gostava de ganhar a Taça de Portugal”, bem como “gostava de ter objetivos para a Volta a Portugal, mas sozinha não me parece que seja viável… pelo menos quer sentir que não repeti erros e identificar novas situações que possam ser corrigidas”.

Para além de Daniela Pereira, a Seleção Nacional contou ainda com outra atleta minhota, a Júnior Beatriz Pereira, que recentemente se sagrou Campeã Nacional da categoria.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS