CICLISMO

João Martins, Daniel Moreira, Bruno Lopes e Samuel Martins no top20 de Cadetes

João Martins (C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor), Daniel Moreira (Tensai/Sambiental/Santa Marta), Bruno Lopes (Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact) e Samuel Martins (Tensai) terminaram no top20 do Contrarrelógio Individual de Cadetes, que se realizou esta tarde na Anadia.

Na primeira prova da final da Taça de Portugal de Cadetes, um contrarrelógio de 14 quilómetros, João Martins foi o melhor ciclista minhoto ao fazer o 14.º melhor tempo. O ciclista barcelense gastou 22:02m para percorrer os 14 quilómetros, gastando mais 1.46m que o grande vencedor Tiago Santos (Alcobaça CC/Crédito Agrícola).

Com o resultado obtido esta tarde, João Martins chega à última prova da Taça de Portugal na sexta posição do ranking, com 56 pontos.

Daniel Moreira realizou o mesmo tempo que o ciclista de Barcelos e fez 15.º lugar, enquanto Bruno Lopes foi 16.º e Samuel Martins terminou em 17.º.

Gabriel Baptista (22.º) e Gonçalo Silva (25.º), ambos da Seissa também realizam o bom tempo.

A última prova pontuável para a Taça de Portugal de Cadetes corre-se neste domingo. O pelotão parte de Sangalhos às 10.30h para percorrer 85 quilómetros. A chegada, em Sangalhos, está prevista para pouco antes das 13h.

A vitória na corrida de domingo dá 75 pontos ao vencedor, o que significa que, matematicamente, há oito corredores com possibilidade de conquistar a Taça de Portugal.

Coletivamente, a Seissa fez sexto lugar, a Tensai foi oitava e o CC Barcelos terminou em nono lugar.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS