CANOAGEM

Antoine Launay motivado para a Taça do Mundo de Markkleeberg

“O objetivo deste ensaio geral antes de Tóquio será ser o mais consistente possível”, disse Antoine Launay, canoísta da DKC de Viana, que participa entre amanhã e domingo na Taça do Mundo de Slalom de Markkleeberg, na Alemanha.

O canoísta do clube de Viana do Castelo salientou que “procurarei uma navegação estável e rápida. Como sempre aspiro aos 10 primeiros lugares para poder marcar presença na final e representar Portugal no degrau mais alto do pódio se tiver oportunidade”.

LUTAR PELO PÓDIO

Antoine Launay considera que “todas as condições estão criadas para poder lutar pelo pódio, só tenho que fazer tudo que fiz nos treinos e a competição vai ser boa”.

O canoísta luso diz pronto para este último teste antes dos Jogos Olímpicos, que se realizam já em julho, “estou preparado e feliz com o trabalho realizado com o treinador e o fisioterapeuta aqui esta semana e até o calor que se fez sentir esta semana é uma boa adaptação para Tóquio, mesmo que seja um calor seco aqui”.

Antoine Launay considera que “tenho tudo para ter sucesso aqui.  Estou feliz por estar aqui e poder jogar, vou dar o meu melhor”.

QUALIFICAÇÕES REALIZAM-SE HOJE

De referir que a qualificação se realiza esta sexta-feira, a primeira manga eliminatória da prova de K1, que envolve 59 embarcações, tem início por volta das 10.37 horas. Os 30 primeiros apuram-se diretamente para a semifinal e os restantes 29 voltam a competir, na pista de Markkleeberg, a partir das 11.43h. Nesta fase, apenas os 10 melhores tempos garantem um lugar entre os 40 semifinalistas.

As decisões da prova de K1 da Taça do Mundo de Slalom de Markkleeberg estão agendadas para sábado, com a semifinal a envolver 40 embarcações e a ter início às 10h. As medalhas vão ser discutidas pelos 10 melhores competidores, estando a final marcada para as 12h40 (menos uma hora em Portugal Continental).

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS