CICLISMO

José Simões (Averomar) dominou em Prozelo

José Simões, ciclista de Famalicão que alinha no Lobos Averomar BTT, foi o grande protagonista da prova de Sub-23 do 22.º BTT XCO – ACRAP, terceira prova do Campeonato do Minho de BTT XCO – POPP Agency que se disputou em Prozelo, Arcos de Valdevez.

O ciclista famalicense sofreu uma queda no início da prova, mas não se deixou abalar e foi mesmo o mais forte numa corrida em que teve a forte oposição dos também minhotos Rui Rêgo (MonçãoBike/LusoPrint/Bombos S. Sebastião Bombos S. Sebastião), que terminou na segunda posição, e José Ribeiro (Joane BTT/Trilhos Bike), que foi terceiro.

JOSÉ SIMÕES: “ESTAVA À ESPERA DE FAZER UMA BOA PROVA AQUI”

José Simões, que já há dois anos venceu em Prozelo, confessou que “já estava à espera de fazer uma boa prova aqui” e adiantou: “na primeira volta tive uma queda, que complicou um bocadinho as contas, mas consegui recuperar bem…e consegui vencer a prova”.

O ciclista famalicense considerou que “a prova foi um bocadinho dura, o percurso é duro, com muita subida e inclinação e com o calor que se fez sentir então tornou tudo mais difícil”, mas “é uma pista que eu particularmente gosto. Ganhei o 21.º BTT ACRAP, que se realizou há dois anos, e deixa-me boas recordações”.

José Miguel ambiciosa “ganhar o Campeonato do Minho. A próxima prova vai levar o seu tempo, mas é um objetivo”. Depois “quero ter uma boa prestação no Campeonato Nacional”. Podemos esperar um José Simões a lutar pelos primeiros lugares? “É um pouco complicado lutar pelo título. Penso que um top5 já seria uma boa prestação…claro que queremos sempre mais e melhor…”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS