CICLISMO

Victor Paula: “vitória com sabor especial”

“Esta vitória teve um sabor especial”, foi assim que Victor Paula, da Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact, começou por aborda a sua vitória no 3.º Prémio HM Motor, prova de Juniores pontuável para o Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada – Arrecadações da Quintã.

Victor Paula, que completou os 18 anos no sábado, impôs-se numa corrida de 94 quilómetros, que ficou marcada pelos constantes ataques, mas também pela resposta sempre pronta do pelotão.

A fuga, de onde saíram os primeiros a chegar à meta, começou a formar-se por volta dos 60 quilómetros, quando um grupo de sete ciclistas, composto por Victor Paula, Diogo e Sérgio Saleiro (CC Barcelos), João Gomes e Tiago Nunes (Silva&SVinha/ADRAP/Senti Penafiel), Diogo Pinto e Diogo Sousinha (AJA/CYR/UDO), decidiu tentar a sua sorte. Depois de rolarem juntos algum tempo, Victor Paula e João Gomes escaparam ao grupo e assumiram-se como os novos fugitivos.

Na última subida para a entrada no centro de Barcelos, Victor Paula atacou e rolou sozinho até à meta. João Gomes foi segundo, a 15 segundos do brasileiro da Seissa, que ainda na semana passada tinha conquistado o Circuito de Palmeira.

Ao pódio foram ainda Tiago Nunes, que fez terceiro lugar, Diogo Pinto foi quarto e Diogo Saleiro fez quinto lugar.

Na hora de festeja, Victor Paula referiu que “este foi o meu grande presente de aniversário”, ele que completou os 18 anos no sábado.

O ciclista da Seissa assegurou que “eu estava confiante que podia fazer uma boa corrida”, pois “eu preparei-me bem para esta prova, fiz o reconhecimento do percurso todo o dia e tudo o que estudei para a prova deu certo”.

Sobre a corrida em si lembrou que “consegui sair na fuga com um colega meu de outra equipa, viemos nos revezando e na primeira subida antes de chegar a Barcelos senti que podia ganhar, ataquei e venci”.

Portanto: “quando cheguei à reta da meta já estava a saborear a vitória, sabia que esta já não me escapava”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS