CICLISMO

Diogo Mendes determinado: “quero ganhar mais experiência e ritmo competitivo”

“Para este fim de semana as minhas expetativas passam, essencialmente, por ganhar mais experiência e adquirir ritmo de competição”, foi assim que Diogo Mendes, ciclista de Guimarães que alinha na Academia de Ciclismo de Paredes, começou por abordar a jornada dupla da Taça de Portugal de Juniores em Ciclismo.

Este sábado o pelotão nacional de Juniores viaja até Palmeira, para participar 18.º Circuito de Palmeira / Prémio Peixoto Alves, prova para pontuável para a Taça de Portugal e para o Campeonato do Minho – Arrecadações da Quintã. Pela frente os ciclistas vão ter um remodelado (devido à pandemia) percurso com 92,6 quilómetros.

Já no domingo, o pelotão segue para Penafiel para disputar o Prémio Cidade de Penafiel, quarta prova da Taça de Portugal…

“São duas provas duras, mas em que vou tentar aproveitar para ganhar mais ritmo competitivo”, disse o ciclista vimaranense, que se estreia este ano no escalão Júnior.

Sobre a prova de Palmeira, Diogo Mendes salientou que “não será uma prova fácil, pois o ritmo vai ser elevado. Contudo tenho boas expetativas porque é uma zona que conheço mais ou menos e isso pode tornar-se vantajoso”.

Quanto à prova de domingo, que se realiza de manhã, Diogo Mendes referiu que “não vai ser um fim de semana fácil. Tenho vindo a preparar-me para este fim de semana e sei que tenho de procurar descansar bem entre as duas corridas. Vamos ver o que consigo fazer”.

Diogo Mendes sente que “a preparação está a correr bastante bem. Tenho tido boas sensações, fruto da ajuda da minha equipa ao longo destes últimos meses”.

MINHO EM FORÇA EM PALMEIRA

Para além de Diogo Mendes, a representar a Academia de Ciclismo de Paredes, são muitos os ciclistas minhotos que marcam presença no 18.º Circuito de Palmeira / Prémio Peixoto Alves, prova que homenageia um dos ciclistas minhotos que conquistou a Volta a Portugal em bicicleta.

Assim, em Palmeira vão estar Flávio Martins e Leonardo Mendes, da Tensai/Sambiental/Santa Marta; Rafael Barbas, João Cunha, Luís Lemos, Pedro Pinto, Victor Paula, Tomás Mota, Kawah David e Marcelo Soares, da Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact. André Ribeiro, Francisco Pereira, João Fernandes, Luís André Ribeiro, Rodrigo Santos, Rolando Silva, Sérgio Saleiro e Diogo Saleiro, do C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor. João Leite e Rúben Rodrigues, do Bairrada.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS