CICLISMO

João Martins e CC Barcelos brilham em Golães

João Martins e o CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor estiveram em grande destaque no Prémio de Ciclismo Freguesia de Golães / Troféu José Martins, primeira prova do Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada – Arrecadações da Quintã e pontuável para Taça de Portugal de Cadetes, que se realizou no fim de semana.

João Martins, do CC Barcelos, cortou a meta na terceira posição, a 15s do grande vencedor, Rafael Sousa, do Penafiel Bike Clube.

Já o CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor venceu por equipas esta primeira prova do Campeonato do Minho, ao colocar três ciclistas no top10: João Martins, Leonardo Neves e Francisco Martins.

LEONARDO NEVES NA PERSEGUIÇÃO AO LÍDER

A corrida de Golães foi dominada por Gonçalo Peralta, do Vilanovense/COREVA/DUOREP, que logo nos primeiros quilómetros encetou a fuga em conjunto com Henrique Lopes, da equipa barcelense da Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact. Na perseguição aos fugitivos colocaram-se quatro ciclistas, entre eles Leonardo Neves (CC Barcelos) e Paulo Fernandes (Seissa).

Com o decorrer da corrida, Gonçalo Peralta ficou sozinho, andou cerca de 60km em solitário, enquanto Leonardo Neves e Pedro Brandão, da Academia de Ciclismo de Paredes, escaparam ao restante grupo e assumiam a perseguição ao fugitivo.

Até ao último quilómetro pouco ou nada se alterou, com Gonçalo Peralta a gerir a vantagem – chegou a ter cerca de dois minutos para o pelotão – Leonardo Neves e Pedro Brandão na sua perseguição e Paulo Fernandes e Luís Campos (Penafiel Bike Clube) num terceiro grupo. No entanto, a parte final da corrida foi alucinante. Na subida para Golães o pelotão reagiu, começou por apanhar os perseguidores e na última subida para a meta final Rafael Sousa, do Penafiel Bike Clube, surpreendeu o já desgastado Gonçalo Peralta, que concluiu a prova na segunda posição.

JOÃO MARTINS TERCEIRO CLASSIFICADO

Na terceira posição ficou o barcelense João Martins, a 15s do vencedor, liderando um grupo de oito ciclistas, em que se incluía ainda Leonardo Neves, que fez quinto lugar, Samuel Martins (Tensai/Sambiental/Santa Marta), que foi sexto, Gonçalo Silva (Seissa), sétimo, e Francisco Martins (CC Barcelos) que cortou a meta no 10.º lugar.

No top20 ficaram ainda mais seis ciclista do Minho: Rodrigo Neves (CC Barcelos), Rúben Benedito e Daniel Moreira (Tensai) e Bruno Lopes, Diogo Miranda e Gabriel Baptista (Seissa).

CC BARCELOS VENCE POR EQUIPAS…TENSAI EM TERCEIRO

Em termos coletivos o CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor foi a grande vencedora. A equipa de Martinho Machado colocou três ciclistas no Top10 e totalizou 05:29h, deixando na segunda posição o Silva & Silva/ADRAP/Sentir Penafiel, que gastou mais 29s. A Tensai/Sambiental/Santa Marta, que participou na prova de Golães com apenas quatro ciclistas, fez terceiro lugar.

MARTINHO MACHADO (CC BARCELOS) SATISFEITO

Martinho Machado, diretor desportivo do CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor, estava bastante satisfeito no final da primeira prova realizada no Minho…

“Quando os miúdos vão cumprindo aquilo que nós vamos pedindo é muito positivo”, começou por afirmar Martinho Machado, que adiantou que “ganhar é sempre muito bom, até porque ninguém anda aqui para perder”.

Martinho Gonçalves salientou que “há coisas a limar, são miúdos da formação, é um escalão de transição entre a Escola e a Competição, que começa a doer mais em Juniores. No cômputo geral eles portaram-se muito bem nesta corrida, mas claro que há coisas que temos, claramente, que melhorar”.

CC BARCELOS APONTA AOS CAMPEONATOS NACIONAIS

Quanto a objetivos para a época, o diretor desportivo do CC Barcelos referiu que “dentro do escalão de Cadetes temos os nossos objetivos. Os Campeonatos Nacionais e todas as grandes provas a nível nacional fazem parte dos objetivos que temos para esta equipa”. Até porque este ano o CC Barcelos “tem uma equipa forte. Tenho cinco elementos de segundo que me dão garantias para qualquer corrida e que dão garantias para estar na discussão de qualquer corrida, que foi aliás o que aconteceu nesta corrida”.

JOSÉ MARTINS: “ESTA É UMA FREGUESIA DE CICLISTAS E AMANTES DO CICLISMO”

José Martins, o ciclista que dá nome a este tradicional Prémio de Ciclismo de Golães, fez um balanço muito positivo da prova… “o balanço é positivo…Felizmente todas as provas que se fizeram aqui em Golães correram muito bem. Esta é uma freguesia de ciclistas e de amantes do Ciclismo e notou-se isso hoje. Viu-se muita gente pela estrada fora para aplaudir os ciclistas, pessoas que cumpriram as regras, que apesar de tudo mantiveram o distanciamento e usavam máscaras. Mas que não deixaram de marcar presença nesta corrida. Foi pena ter de se realizar aqui em baixo, no parque, mas vamos esperar que para o ano a prova possa regressar ao seu local habitual, tem outra visibilidade”.

José Martins ficou satisfeito com a corrida e considera que foi uma boa homenagem “a homenagem é sempre boa e depois quando ela corre como ela tem corrido, sabe muito bem”.

POMPEU MARTINS: “QUERO DAR OS PARABÉNS À ACM”

Pompeu Martins, Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Fafe, marcou presença no já tradicional Prémio de Ciclismo Freguesia de Golães / Troféu José Martins, prova que homenageia um dos ciclistas de Fafe e do Minho.

“Em primeiro lugar quero dar os parabéns à Associação de Ciclismo do Minho, hoje que estou cá presente para a entrega de prémios e estive a assistir à chegada dos ciclistas, tive a oportunidade de testemunhar os cuidados que a ACM tem na organização do evento e dos espaços, e o cuidado para que se cumpra com todas as regras da DGS. Isso é fundamental que exista em todos os eventos para que não voltem a parar”, começou por afirmar Pompeu Martins, que adiantou que “depois esta prova em concreto está num local de homenagem a um grande ciclista da terra, o José Martins, que nos honra a todos em Fafe. Não só ele, mas também o seu irmão, que são duas figuras centrais do ciclismo em Fafe e, portanto, estarmos em Golães estamos na ‘capital’ do ciclismo do nosso concelho”.

O vereador da Câmara Municipal de Fafe saudou ainda “o trabalho que a Associação de Ciclismo do Minho. Este é um trabalho fundamental para Portugal na preparação dos jovens ciclistas que depois de transformam nos grandes atletas das grandes competições internacionais e que vão puxar títulos para o nosso país. Temos tido variadíssimas alegrias e grandes resultados, mas esse trabalho não aparece do nada. Surge porque há associações como esta que preparam os jovens para o futuro”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS