CICLISMO

Iúri Leitão (Tavfer) vence Metas Volantes na Volta a Albergaria

Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua) foi o rei das metas volantes da Volta a Albergaria, última prova da Taça de Portugal de Ciclismo.

O ciclista de Viana do Castelo ganhou todas as metas volantes da prova, terminando com um total de 15 pontos. Iúri Leitão fez ainda terceiro lugar na Geral da Montanha, atrás de Alberto Gallego (Rápio Popular-Boavista) e Henrique Casimiro (Kelly/Simoldes/UDO).

JOÃO MATIAS TERMINA EM 11.º

Na Classificação Geral Individual, João Matias, barcelense do Louletano – Loulé Concelho, foi o melhor minhoto ao cortar a meta no 11.º lugar, a 1:28m do vencedor Luís Gomes (Kelly-Simoldes-UDO.

César Fonte (Kelly) fez 17.º lugar e Tiago Machado, famalicense da Radio Popular-Boavista, cortou a meta no 31.º lugar.

Diogo Almeida, famalicense da Porminho Team Sub-23 foi 34.º e o sétimo classificado na Classificação da Juventude, Vinício Rodrigues (Rádio Popular) fez 48.º e Pedro Silva cortou a meta em 51.º, enquanto José Mendes (W52-FC Porto) foi 52.º.

O limiense Diogo Costa (Fortunna-Maia) terminou em 64.º lugar, João Salgado (Kelly) foi 68.º e Iúri Leitão cortou a meta em 70.º lugar.

CÉSAR FONTE O MELHOR MINHOTO NA TAÇA

Na Classificação final da Taça de Portugal, César Fonte foi o melhor ciclista minhoto ao termina na sétima posição, com 79 pontos. NO Top 25 ficou ainda Tiago Machado.

Nos ranking final das equipas de Clubes, Diogo Almeida, do Porminho Team Sub-23, terminou em 11.º.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS