NATAÇÃO

SC Braga domina em Infantis A

O SC Braga esteve em grande destaque na primeira jornada do Torneio Zonal Norte de Infantis A, que está a decorrer na Piscina Municipal de Penafiel.

O conjunto treinado por António Rocha conseguiu colocar três nadadoras no top5 da Pontuação Rudolph de Infantis A femininos.

Maria Neves lidera a classificação com 25,5 pontos, quando estão realizadas duas das quatro provas obrigatórias. Maria Gomes venceu as duas provas em que participou, os 100m Livres e 400m Livres.

Maria Leite, que venceu os 100m Bruços, ocupa a terceira posição, com 18,7 pontos e Adriana Barros é quinta com 16.7 pontos.

Sara Ligeiro, do Viana NC, ocupa a sexta posição, com 16,3 pontos, depois de ter feito segundo lugar nos 100m Mariposa e o terceiro lugar nos 400m Livres. Ana Cruz, do GDN Famalicão, é 10.ª com 12,6 pontos, ela que fez segundo lugar nos 100m Bruços.

No top20 estão ainda Laura Castro (AD Fafe) com 10,8; Maria Martins (AD Fafe) com 8,4 pontos.

Tiago Costa, do GDN Famalicão, é o melhor nadador minhoto na classificação masculina de Infantis A. O nadador famalicense, que fez segundo lugar na prova dos 200m Estilos, termina o primeiro dia de provas na terceira posição da Classificação Rudolph com 17,4 pontos.

António Costa (AD Fafe) termina o primeiro dia de provas na nona posição, com 13,8 pontos.

No top20 ficaram ainda João Rodrigues (Famalicão); Eduardo Saragoça (Viana NC), Filipe Laranjo (ED Viana).

No final do primeiro dia de provas e em termos coletivos, o SC Braga ocupa o terceiro lugar da Estatística de Medalhas, com três de ouro; a ED Viana ocupa a 11.ª posição, com uma medalha de ouro, o Viana NC é 13.º (0+2+1), o GDN Famalicão ocupa a 14.ª posição (0+2+0); o AD Fafe é 15.º, com uma medalha de prata, e o SC Caminhense ocupa o 18.º lugar com uma de bronze.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS