BASQUETEBOL

AD Esposende regressa à competição um ano depois: “todos estavam nervosos”

A Associação Desportiva de Esposende regressou, no fim de semana, à competição. A equipa de Sub-16 foi a primeira a entrar em ação, deslocou-se ao recinto do FC Vizela e venceu por 21-81…

“Foi um jogo tranquilo. Notamos que todos os atletas estavam nervosos…afinal estiveram mais de um ano sem jogar”, começou por referir Júlio Lopes, responsável pelo Basquetebol da AD Esposende, que adiantou que “depois correu bem.”

A ADE levou oito jogadores a Vizela e Júlio Lopes referiu que “jogaram todos bastante tempo. Acabou por ser um jogo fácil depois de ultrapassado o nervosismo. Foi um jogo agradável e eles divertiram-se”.

De resto “a mensagem que lhes passei é que daqui até ao final da época do Basquetebol eles têm que aproveitar para se divertir. Se a bola entra ou não no cesto, isso é o menos importante. O que realmente é importante é o contacto com o Basquetebol, com os colegas, é voltarem a sentir o gosto pelo desporto e pela modalidade. É que se divirtam ao máximo a praticar esta modalidade tão bonita”.

“Claro que sabemos que todos gostam de ganhar, como se costuma dizer nem que seja a ‘feijões’, mas isso faz parte do desportista. Para nós este é o momento da retoma, deles se ambientarem ao jogo, à modalidade…é o momento de se divertirem, sem reclamar seja do que for ou com quem for, sem se chatearem, nem pensarem em resultados”.

Da deslocação a Vizela, Júlio Lopes realça ainda a forma como foram recebidos… “Fomos muito bem recebidos. O FC Vizela está de parabéns pela receção e pela forma como nos trataram”.

REGRESSO CAUTELOSO

A ADE regressou aos trabalhos de preparação há algum tempo, mas apenas com as equipas de Sub-18 e Sub-16 masculinos. Os Sub-14 e Minis retomaram os treinos apenas esta semana e ao ar livre.

Júlio Lopes referiu que “o regresso aos trabalhos não foi bem como estávamos à espera. Houve uma redução do número de atletas…Nos Sub-16, por exemplo, tínhamos 14 ou 15 atletas inscritos e nos primeiros treinos aparecerem oito ou nove, mas penso que com o tempo eles vão regressar”.

Nos Sub-18, que é a outra equipa que vai entrar em competição, “o grupo já era, relativamente, pequeno porque o ano passado a equipa tinha muitos atletas de segundo ano e, portanto, saíram. Em contrapartida subiram poucos dos Sub-16. Estávamos a treinar com sete atletas e, entretanto, surgiram mais dois, que vamos inscrevê-los para poderem entrar no Torneio Distrital”.

Apesar de contar com grupos pequenos “para já”, Júlio Lopes salientou que “o que nós notamos é que eles andavam ansiosos por regressar aos jogos porque é aí que eles se sentem bem. Penso que daqui para a frente e percebendo que já podem jogar, já podem treinar de forma normal os atletas vão regressar”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS