CICLISMO

Miguel Simões (Averomar) terceiro em Guimarães

Miguel Simões, ciclista de Famalicão que alinha no Lobos Averomar BTT, fez terceiro lugar na categoria de Sub-23 no 8.º BTT XCO Centro de Ciclismo do Minho, que se realizou domingo em Souto Santa Maria, Guimarães.

O ciclista famalicense gastou 1:39:08h para percorrer as oito voltas à pista, mais dois minutos que o vencedor, João Jesus, do Guilhabreu BTT.

Henrique Martins, ciclista de Viana do Castelo que em BTT está a representar o Guilhabreu BTT, esteve na luta pelo pódio até ao final, acabando por cortar a meta na quarta posição.

Carlos Viana, da Casa Myzé Team, terminou em quinto lugar e Rui Rêgo, MonçãoBike/ LusoPrint/ Bombos S. Sebastião, foi sexto classificado, enquanto Lucas Braga, BTT Braguinhas/Padim da Graça, terminou em sétimo e José Ribeiro (Joane BTT / Trilhos Bike) foi oitavo. João José Azevedo, da equipa famalicense do Tomatubikers / Toyota – Macedo & Macedo) cortou a meta no 11.º lugar e João Braga (BTT Braguinhas) foi 12.º

MIGUEL SIMÕES: “UM PÓDIO É SEMPRE BOM”

Miguel Simões, que lutou aos metros finais pelo pódio, faz um balanço positivo da sua participação no BTT XCO de Guimarães…

“Saio satisfeito da prova, um pódio é sempre bom e mais importante é que as sensações estão a melhorar de prova para prova”, disse o ciclista famalicense, que sobre a corrida referiu que “consegui manter-me ativo na primeira parte da prova. Trabalhei para tentar alcançar mais do que o terceiro lugar, mas no final saio contente com a minha prestação”.

Interrogado sobre o que foi mais difícil nesta prova, Miguel Simões explicou que “é uma pista dura fisicamente e o ritmo muito elevado imposto na fase inicial foi o maior obstáculo”, mas “é uma corrida que me deixa motivada para a próxima prova da Taça de Portugal”.

Sobre a terceira prova da Taça, que se realiza em Marrazes, o ciclista famalicense confessou que “é uma das minhas pistas preferidas e espero poder melhorar face às primeiras provas da Taça de Portugal”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS