CANOAGEM

João Pedro Lopes (Gemeses): “se conseguirem o apuramento é um orgulho muito grande”

Rúben Vilas Boas e Inês Penetra, do GCDR Gemeses, participam hoje e amanhã na prova de Qualificação Europeia para os Jogos Olímpicos. A tarefa das embarcações dos dois canoístas do Gemeses não é fácil, mas enche de orgulho o clube da Foz do Cávado e o seu presidente João Pedro Lopes.

“Estamos a falar de dois atletas muito novos, que apontam mais para a próximo ciclo olímpico, o Paris’2024, mas estão lá e se conseguirem o apuramento já é um orgulho”, começou por afirmar o presidente do GCDR Gemeses.

João Pedro Lopes salientou que “estamos a falar de duas situações diferentes. A Inês Penetra parte em C2, com apuramento direto à final, que se disputa na quinta-feira e numa prova em que vão ser libertada duas vagas. Não é fácil, mas é uma prova, são oito ou nove embarcações para duas vagas. Como disse não é fácil, mas há aqui um sonho que pode ser alimentado”.

MASCULINOS COM CONTAS MAIS COMPLICADAS

No caso do K1 1000 masculinos… “as contas são muito complicadas, até porque a cota masculina de Portugal já está profundamente preenchida e se o K2 se apurasse teriam de rever a situação dos números e lugares masculinas de Portugal”.

De resto: “as tripulações da China e do Casaquistão são muito fortes. Para Portugal se apurar teríamos que estar no dia sim, dos atletas sim e com os ‘astros’ estarem todos alinhados. Mas é possível, porque eles estão lá e partem todos em pé de igualdade. Agora temos de ser honestos e perceber que há embarcações muito mais fortes”, disse João Pedro Lopes, que explicou que “tanto o Rúben como a Inês são muitos novos e apontam mais para os Jogos Olímpicos de 2024. Este é mais de preparação. Eles são atletas pré-olímpicos. Se conseguirem ir já é um orgulho muito grande”

CALENDÁRIO
Apuramento olímpico – Quarta-feira (12 de maio)
(menos uma hora em Portugal continental)
Race 26- 15:56 – K2 1000 metros – Rúben Boas/João Pereira
1-3 to Final 4-7 + next BT to SF rest Out
Partilhar
Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS