NATAÇÃO

Vitória SC em alta em Paços de Ferreira… João Nogueira Costa com Recorde Regional

O Vitória SC esteve em grande destaque na jornada da tarde do Torneio Regional de Absolutos, que decorre nas Piscinas de Paços de Ferreira. João Nogueira Costa foi o grande protagonista da tarde ao bater o Recorde Regional nos 100m Costas.

O nadador do Vitória SC, que vai marcar presença no Campeonato da Europa em Budapeste, realizou a prova em 54.06s, batendo assim o recorde regional, o primeiro deste Torneio Regional.

Na sessão da tarde, destinada a Juniores e Seniores, a equipa vimaranense conquistou cinco títulos e várias subidas ao pódio.

GDN FAMALICÃO COM CINCO VITÓRIAS

Em destaque esteve também o GDN Famalicão, que somou cinco subidas ao primeiro lugar do pódio. Daniela Lopes foi a estrela maior ao conquistar duas vitórias na categoria de Juniores, nos 200m Livres e 200m Bruços.

RESULTADOS

200m Livres

Seniores: 2.º Ana Fernandes (VSC); 3.º Ana Alves (VSC)

Juniores: 1.º Daniela Lopes (Famalicão)

100m Mariposa

Seniores: 2.º Filipa Fernandes (VSC)

50m Mariposa

Seniores: 1.º Pedro Fernandes (Famalicão); 3.º João Nogueira Costa (VSC)

Juniores: 2.º Rui Pedro Madureira (Famalicão).

200m Costas

Seniores: 2.º Catarina Almeida (VSC)

100m Bruços

Juniores: 1.º Diogo Pereira (VSC)

50m Bruços

Seniores: 2.º Valéria Vieira (VSC)

200m Estilos

Seniores: 1.º Tomás Lopes (VSC)

Juniores: 1.º João Oliveira (Famalicão)

200m Mariposa

Seniores: 1.º João Silva (Famalicão)

Juniores: 3.º Diogo Sousa (VSC)

100m Livres

Seniores: 1.º Pedro Fernandes (Famalicão)

200m Bruços

Seniores: 1.º Maria Castro (VSC); 3.º Valéria Vieira (VSC)

Juniores: 1.º Daniela Lopes (Famalicão)

100m Costas

Seniores: 1.º João Nogueira Costa (VSC), Recorde Regional

Juniores: 2.º Rodrigo Cunha (VSC)

50m Costas

Seniores: 1.º Filipa Fernandes (VSC); 3.º Catarina Almeida (VSC)

Fotos: ANNP

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS