BASQUETEBOL

SC Braga superior ao Ribeirão

O SC Braga recebeu e bateu o Ribeirão, por 115-37, em jogo do Campeonato Distrital de Sub-21 da Associação de Basquetebol de Braga.

O jogo não teve muita história, dada a superioridade do conjunto treinado por João Miguel Noivo, que foi aumentando o marcador sem grande oposição. Apesar da diferença de valores, objetivos e até de idades dos dois conjuntos, de salientar que os pupilos de Paulo Freitas nunca deitaram a ‘toalha ao chão’.

JOÃO MIGUEL NOIVO: “A EQUIPA CUMPRIU COM OS OBJETIVOS”

João Miguel Noivo, treinador do SC Braga, gostou da resposta da sua equipa aos obstáculos criados pelo Ribeirão…

“A equipa cumpriu com os objetivos estabelecidos e conseguimos criar uma vantagem cedo no jogo. Apesar das dificuldades impostas pelo adversário, fomos capazes de fazer os devidos ajustes ao longo do encontro, o que se traduziu num aumento da vantagem”, disse o treinador do SC Braga.

João Miguel Noivo referiu ainda que “de um modo geral, foi um jogo bastante positivo, considerando que todos os atletas deram um contributo e quando foi preciso apareceram, com atitude de ‘Gverreiro’. Mais importante, é que a realização do jogo correu bem e as medidas foram cumpridas, permitindo desta forma competir em segurança”.

PAULO FREITAS: “VAMOS TRABALHAR COM AS NOSSAS LIMITAÇÕES”

Paulo Freitas, treinador do Ribeirão, considerou que os números foram exagerados, mas lembrou que em campo estiveram dois conjuntos com objetivos distintos…

“Foi um jogo muito desnivelado. Em campo estiveram duas equipas com objetivos diferentes, com médias de idades diferentes. O Ribeirão tem uma equipa mais jovem. É composta por atletas da equipa de Sub-18 e maioritariamente de primeiro ano. Depois tivemos vários problemas para formar a equipa e acabou por ser um jogo desequilibrado”.

“Passamos muitas dificuldades para fazer a transição ofensiva e o SC Braga pressionou muito alto”, disse Paulo Freitas, que adiantou que “estivemos muito tempo sem jogar. Encontramos um SC Braga muito forte, que tem jogadores com uma técnica individual muito superior. Alguns jogadores já treinam na equipa Sénior, que joga na CNB1. Tudo isso faz a diferença. Nós temos uma equipa jovem, que já não tem competição há mais de nove meses, nem tem uma equipa Sénior para puxar por eles…notou-se essa diferença e espelhou no resultado”.

Paulo Freitas garante que “o resultado e o jogo não vai marcar a equipa. Já falamos no balneário sobre o assunto, como sempre o fizemos. O grupo é unido e coeso e vamos começar já a trabalhar com vista ao próximo desafio.  Vamos trabalhar com as nossas limitações e fazer o melhor que pudermos. Sabemos que não vai ser um campeonato fácil, mas este era um passo que tínhamos de dar e alguém tinha de assumir o grupo e estas dificuldades. O importante é dar-lhes competição e seguir um caminho e quem sabe para o ano não arrancamos com os Seniores!”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS