BASQUETEBOL

BC Barcelos à procura da quarta vitória

O BC Barcelos defronta esta noite, a partir das 20.30 horas, o NCR Valongo, em jogo da Zona Norte A do Campeonato Nacional da II Divisão feminina de Basquetebol.

Este é o quarto jogo do campeonato para o conjunto treinado por Pedro Maio, que venceu os jogos anteriores e ocupa a segunda posição com seis pontos em três jogos. Pela frente o BC Barcelos vai encontrar uma equipa que ainda não venceu qualquer jogo.

A equipa barcelense diz-se confiante e preparada para o regresso à competição – o último jogo disputou-se há, praticamente, duas semanas –, e acredita que pode somar os dois pontos Valongo.

“Estamos preparados e confiantes para o jogo desta noite. Estamos também conscientes que este fim de semana prolongado e de confinamento afastou-nos do que é a nossa rotina normal de preparação para um jogo. Estamos, por isso, à espera de um jogo difícil, quer pelo adversário em si, quer pelas circunstâncias que envolvem toda a situação”, começou por afirmar Pedro Maio.

PEDRO MAIO: “VAI SER UM JOGO COMPETITIVO”

Afirmando que “vai ser um jogo muito competitivo”, Pedro Maio considera o NCR Valongo “uma equipa organizada em vários aspetos do jogo, com muitos pontos fortes. Tem um conjunto de atletas muito competitivas, com um bom jogo exterior. Nós vamos ter de jogar muito concentrados, estar atentos aos lançamentos fáceis e não permitir que façam segundos lançamentos”.

Pedro Maio acredita que “o BC Barcelos saberá dar uma boa resposta no jogo desta noite”, mas salienta que “estamos numa fase em que temos muito pouca competição. Fomos muito atingidos pelos fins de semana de confinamento, que nos obrigou a parar, e tivemos, também, alguns adversários impedidos de jogar devido aos casos de contágio. Por isso, estamos com cinco jogos em atraso e a última partida que disputamos foi há mais de uma semana e meia”, começou por referir Pedro Maio.

O treinador do BC Barcelos referiu que “as jogadoras sentem-se estranhas quando treinam sem competir. A ideia é sempre competir, mas este ano as coisas estão muito complicadas. Depois não temos um ponto de referência. Até podemos pensar que estamos a treinar bem, mas só com a competição é que percebemos o que podemos fazer para melhorar”.

O facto de não haver competição impede ainda as equipas de se conhecerem… “esse é outro dos fatores que nos complica o trabalho. Aquilo que costumamos fazer, o scouting, o estudo do que os adversários vão fazendo, o sentir o pulso aos adversários nestas circunstâncias não é possível. Vamos recolhendo algumas informações, mas não é a mesma coisa. Mesmo assim estamos capacitados para o jogo, conhecemos o Valongo, os seus pontos fortes e fracos, vamos lá para tentar fazer o nosso jogo e ganhar”.

Para o jogo desta noite Pedro Maio não pode contar com duas atletas. Uma porque tem compromissos universitários e outra por se encontrar em confinamento profilático.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS