CICLISMO

Melgaço recebe prova internacional de XCO C2

Melgaço recebe em abril o XCO de Melgaço, prova internacional de Cross Country Olímpico (XCO) de classe 2 que conta ainda para a Taça de Portugal.

SONY DSC

O XCO de Melgaço – Taça de Portugal C2, que está inscrita no calendário da União Ciclista Internacional (UCI), promete levar ao município mais a norte de Portugal os melhores ciclistas nacionais e estrangeiros desta vertente do ciclismo ainda, por cima, num ano de preparação para os Jogos Olímpicos.

O XCO de Melgaço está marcado para os dias 17 e 18 de abril e pode marcar ainda a ‘inauguração’ da pista permanente de BTT de Melgaço, projeto que está em andamento e que servirá, não apenas para provas, para que os atletas possam treinar durante o ano.

JOSÉ ADRIANO LIMA: “FOI COM BASTANTE AGRADO QUE RECEBEMOS ESTE DESAFIO”

O desafio de receber uma prova de categoria internacional foi recebida com muito agrado pelo Município de Melgaço, que vê assim a sua aposta de projetar Melgaço como um destino desportivo dar os seus frutos…

“Foi com bastante agrado que recebemos o desafio para receber uma prova de categoria internacional. Penso que as entidades souberam reconhecer todo o trabalho que não só o Município de Melgaço, como a Melsport, a ACM e a FPC têm feito em prol do ciclismo aqui em Melgaço” começou por afirmar José Adriano Lima, Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Melgaço.

“PROJETAR MELGAÇO E O CENTRO DE ESTÁGIOS”

Para aquele responsável “uma prova de categoria internacional vem projetar Melgaço, saindo do âmbito puramente nacional, e, no fundo, dar o salto qualitativo. Com esta a realização desta prova continuamos o nosso trabalho de dar a conhecer não apenas Melgaço, mas o todo o Complexo Desportivo e de Lazer / Centro de Estágios de Melgaço. É uma oportunidade de mostrar as condições que aqui temos e de atrair eventuais clientes”.

“Nós começamos com eventos de âmbito local, passamos pelos eventos regionais e nacional, como foi, recentemente, a primeira prova da Taça de Portugal de Ciclocrosse, mas já tivemos várias outras de outras vertentes. Agora chegou a altura de receber um evento de âmbito internacional. É um percurso que temos vindo a fazer e sempre com o objetivo de trazer um impacto direto e indireto à nossa economia, que é bastante importante”, disse ainda José Adriano Lima, que acrescentou: “este é mais um passo de afirmação de Melgaço como destino de referência em termos desportivos”.

O Município de Melgaço e a Melsport têm organizado ao longos dos últimos anos vários eventos de ciclismo e de BTT, em particular, mostrando-se, por isso, preparado para uma prva internacional…

“Cada evento é um evento e é preciso fazer um trabalho específico para cada um deles. Sendo que nas condições atuais temos de redobrar os esforços para organizar o mesmo tipo de eventos. Vamos ver como vai ser no próximo ano, não sabemos como vamos estar em abril, mas todos nós temos a esperança de que estejamos bem melhores”.

PISTA PERMANENTE EM ANDAMENTO

SONY DSC

Melgaço tem o projeto de criar um circuito permanente de BTT “uma pista permanente que esteja disponível para os atletas treinarem ao longo do ano e que possa receber as provas de XCO e Ciclocrosse. É uma pista que fica na zona do Centro de Estágio, que já tem a sua base, mas vamos melhorá-la um pouco mais”, disse José Adriano Lima.

As provas de XCO e Ciclocrosse têm recebido vários elogios por parte dos ciclistas, que apreciam o facto da pista estar inserida na natureza, possuir obstáculos, quase todos, naturais, ser rápida e técnica. José Adriano Lima garante que “temos recebido bastantes elogios nas provas que organizamos de XCO e Ciclocrosse. Temos ouvido os ciclistas e sabemos que temos uma boa pista, vamos melhorá-la e torná-la permanente para possam vir cá treinar sempre que queiram. Vamos ver se conseguimos por a pista pronta para abril”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS