VOLEIBOL

SC Braga superior em Amares

O SC Braga bateu, esta manhã, o FC Amares, por 3-0, em jogo da terceira jornada da Série C do Campeonato Nacional de Juniores B (Sub-21) Feminino de Voleibol.

A equipa treinada por João Peixe, que regressou há pouco tempo aos treinos depois de uma paragem forçada, venceu por 9-25, 17-25, 6-25.

A diferença entre as duas equipas foi notória desde o apito inicial e isso viu-se no resultado do primeiro set. O FC Amares apresentou-se com a equipa possível; alguns dos reforços – atletas que poderão fazer a diferença – ainda não puderam jogar este sábado, e o tempo de treinos também não ajuda a uma equipa recém-formada. Valeu o esforço despendido no segundo set, que chegou a animar a partida, embora o SC Braga tivesse o jogo sempre controlado. No terceiro set, o FC Amares acusou o esforço e o SC Braga mostrou-se decidido a resolver rápido a partida.

JOÃO PEIXE SATISFEITO COM RESPOSTA DADA PELA EQUIPA

No final do encontro, João Peixe mostrou-se satisfeito com o resultado, mas, sobretudo com a resposta dada pela equipa…

“Foi um jogo que deu para pôr a equipas e as atletas aprova. Para experimentar as posições e o entrosamento entre elas. Em campo estavam de atletas que raramente treinam juntas, pois uma parte delas trabalha com a equipa Sénior”, disse João Peixe.

Sobre o segundo set, o treinador do SC Braga referiu que “aproveitei para rodar e experimentar algumas coisas. Embora os números tenham sido diferentes, a verdade é que a vitória não esteve em causa”.

Sobre o FC Amares referiu que “não tinha qualquer ideia da equipa do FC Amares, por isso, não estava à espera de nada. Viemos determinados a fazer o nosso jogo. Saio daqui satisfeito com o que conseguimos fazer”.

O SC Braga regressa segunda-feira aos treinos para preparar já o embate com o AVC Famalicão, que está marcado para quarta-feira, pelas 20.15h.

PEDRO PEREIRA “DEFRONTAMOS UMA EQUIPA DE OUTRO NÍVEL”

Pedro Pereira, treinador do FC Amares, saiu de campo pouco satisfeito com o resultado: “eu nunca estou satisfeito”, referiu, salientando que “defrontamos uma equipa de outro nível”.

O técnico do FC Amares adiantou que “nós voltamos a ter a equipa condicionada. Temos três atletas em isolamento profilático e uma das que jogou esteve parada nos últimos 15 dias e regressou para jogar” e adiantou: “mediante isto não estávamos à espera de muito, mas o primeiro e o terceiro set foram muito mais e eu já lhes disse isso. No segundo set estivemos muito próximos daquilo que eu acho que conseguimos e podemos fazer. Claro que temos de perceber que estávamos a jogar com o SC Braga, uma equipa de mexe, troca, e é sempre forte. É uma equipa de outro nível”.

Mesmo assim “não estou satisfeito, acho que podemos e temos capacidade para fazer melhor. Queremos ser uma equipa incómoda, que consiga disputar os jogos e consiga ‘morder os calcanhares’ dos adversários, que seja capaz de os enervar”.

Para que isso aconteça, o FC Amares está à espera da entrada de mais algumas atletas, três delas oriundas da formação do SC Braga, que ainda não estão disponíveis para jogar, mas que, segundo Pedro Pereira, “vão trazer algo mais à equipa. Quanto tivermos toda a equipa disponível acredito que vamos dar um salto qualitativo quer na nossa preparação, quer nos jogos”.

Depois de concluída a terceira jornada do ‘Nacional’ de Juniores B, o Vitória SC lidera com seis pontos, seguido do SC Braga e CARTaipense com três. AVC Famalicão e FC Amares ainda não pontuaram.

RESULTADOS

Femininos

Vitória SC – AVC Famalicão, 3-1 (22-25, 25-22, 25-16, 25-10)

FC Amares – SC Braga, 0-3 (9-25, 17-25, 6-25).

PROGRAMA DE JOGOS

Masculinos

Domingo

9h: GC Santo Tirso – Leixões

11h: Amares Volei – GC Vilacondense

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS