CICLISMO

David Vaz aponta ao pódio no ‘Nacional’ de XCM

David Vaz é um dos favoritos ao pódio na categoria de Elites do Campeonato Nacional de Maratonas BTT (XCM), que se realiza domingo em Condeixa-a-Nova. Os ciclistas de Elites têm pela frente 105 quilómetros e um total de 3300 metros de acumulado positivo, resultantes de três voltas ao circuito desenhado em Condeixa.

O ciclista de Viana do Castelo, que foi terceiro classificado em 2019 atrás de Tiago Ferreira e José Dias (DMT Racing Team), e é Campeão do Minho de BTT XCM, parte motivado para a prova de domingo e garante que vai tentar chegar ao pódio. “Tentar o título é difícil, pois há dois atletas que estão um patamar superior… Agora tentarei estar na luta pelo pódio e melhorar uma marca que me enche de orgulho e mostrar que a idade é somente um número”, disse David Vaz, que é um dos ciclistas mais respeitados e admirados no pelotão nacional desta vertente do ciclismo.

David Vaz lembra que “sou o atleta Elite mais velho ou um dos mais velhos e, apesar dos meus quase 40 anos, nos últimos 10 Campeonatos Nacionais de XCM (os que participei) consegui oito pódios. Isso demonstra a minha regularidade neste tipo de provas na classe rainha que é a Elite!” e adiantou que “sei que em condições normais o Tiago e José Dias são os super favoritos, depois há um conjunto de seis ou sete atletas que podem estar na discussão do pódio! Vamos ver como corre no domingo”.

Sobre a sua preparação, David Vaz referiu que “a minha preparação nunca se altera muito. Normalmente é idêntica o ano todo e depois é gerir os treinos consoante o trabalho! É certo que é um ano atípico e o estado de forma é uma incógnita, certamente, há atletas que pensam que estão bem e não estão como pensam, outros que pensam que não estarão tão bem e estão na sua melhor forma”.

David Vaz é, provavelmente, o atleta Elite mais medalhado em Campeonatos Nacionais de XCM ainda no ativo e domingo pode aumentar o número…“vamos ver como corre, que seja o que Deus quiser. Parece que vai estar bom tempo e para aquele circuito e fundamental”.

Sobre o circuito de Condeixa-a-Nova, o ciclista de Vila Franca referiu: “eu, pessoalmente, acho muito duro. Penso que mais de 50 % dos atletas não irão terminar, pois não há zonas de descanso e é preciso saber gerir muito bem o esforço na primeira volta. É daquelas provas que ir em grupo ou sozinho é igual!”.

Interrogado sobre se sente alguma ansiedade para aquela que parece ser a primeira e última Maratona Nacional do ano, David Vaz afirmou que “não tenho qualquer ansiedade, pois já são muitos Campeonatos Nacionais realizados. De resto, eu lido muito bem com a ansiedade e pressão…”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS