VOLEIBOL

Vitória SC vence ADRE Praiense e apura-se para a final

 Vitória SC bateu, esta noite, o ADRE Praiense, por 3-0, no jogo inaugural da Fase de Acesso ao Campeonato Nacional da I Divisão de Voleibol Feminino. Com esta vitória a equipa treinada por Óscar Barros assegurou a presença na fase final, que se disputa no próximo dia 19.

O Vitória SC venceu pelos parciais de 25-15, 25-11 e 25-14 e goza este sábado um dia de folga para defrontar no domingo o Benfica.

Para amanhã está agendado o jogo Benfica-Praiense, que começa às 15 horas.

ÓSCAR BARROS “EQUIPA ENTROU MUITO ANSIOSA”

Óscar Barros, treinador do Vitória C, ficou satisfeito pela vitória, que garante automaticamente a presença na fase em que se decide a subida à I Divisão, mas confessa que sentiu a equipa muito ansiosa.

“Como era expectável a equipa, em função da média de idade, entrou muito ansiosa no jogo, inexplicavelmente ansiosa. Não foi capaz de ser agressiva como tão bem tem feito noutros jogos”, disse Óscar Barros.

VITÓRIA SC DESCANSA ESTA SÁBADO

O treinador do Vitória SC adiantou que “resta agora descansar. Com esta vitória a equipa está, garantidamente, na segunda fase e assim pode ser que a equipa acalme e consiga, em termos de voleibol, fazer aquilo que faz tão bem, ou seja, que seja capaz de ser agressiva e mais objetiva. Vamos ver se conseguimos corrigir isso para o jogo de domingo”.

Para Óscar Barros o jogo com o Benfica “já vai ser diferente, vamos encontrar uma equipa de outro nível, mais experiente, com outra organização, que tem várias estrangeiras e que montou um grupo para andar na frente da classificação na I Divisão. Penso que vai ser bom para a minha equipa conseguir estar mais focada, a pensar mais nas tarefas do que no nervosismo. Estamos apurados e penso que podemos por em campo o que realmente sabemos fazer”.

Fotos: VSC

 

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS